Santa Cruz realiza a 1ª Semana de Combate à Violência contra as Mulheres


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 21/11/2021 07:00

Geral   PROGRAMAÇÃO

No período de 22 a 26 deste mês, a Prefeitura de Santa Cruz do Sul, por intermédio da Secretaria Municipal de Habitação, Desenvolvimento Social e Esporte (Sehase), e com o apoio de diversas outras secretarias, realiza a 1ª Semana Municipal de Combate à Violência contra as Mulheres. O objetivo é mobilizar a sociedade para refletir sobre a Lei Maria da Penha e os mecanismos de assistência e denúncia contra todas as formas de violência doméstica.

A 1ª Semana Municipal de Combate à Violência contra as Mulheres contará com palestra, capacitação, roda de conversa e outros momentos voltados para o público em geral, mas especialmente para integrantes da rede de proteção à mulher, formada pelo Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM), Escritório da Mulher, Casa de Passagem, Brigada Militar, Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas). 

A programação começa no próximo dia 22, uma segunda-feira, com a divulgação das atividades junto à imprensa local e participação das conselheiras do CMDM na sessão ordinária da Câmara de Vereadores. Na terça-feira 23, representantes do órgão estarão presentes na reunião ordinária do Conselho Municipal de Saúde (CMS), levando a pauta da 1ª Semana para engajar também os profissionais da saúde.

Já na quarta-feira 24, a diretora de Políticas Públicas para Mulheres do Rio Grande do Sul, Bianca Feijó, estará em Santa Cruz para conhecer no Centro Integrado de Segurança Pública e Cidadania (CISP), a rede de proteção à mulher. Ao final da manhã ela será recebida pela prefeita Helena Hermany no Palacinho e à tarde, será a palestrante do 18º Seminário Municipal de Combate à Violência contra a Mulher, o ponto alto da programação. 

O seminário, direcionado à rede de atendimento, é uma realização do CMDM, em parceria com a Sehase. Na ocasião, além da palestra principal, cada entidade que compõe a rede de proteção à mulher fará uma explanação acerca do trabalho realizado, com a divulgação de números de atendimento. Devido às restrições de público, que ainda se mantém por conta da pandemia, interessados em garantir vaga no evento podem efetuar inscrição prévia junto ao Escritório de Defesa dos Direitos da Mulher, situado junto ao CISP, na Rua Barão do Arroio Grande, nº 1509.

Já na quinta-feira (25), Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher, a atividade prevista será voltada para as agentes comunitárias de saúde. Elas receberão uma capacitação para reconhecer situações de violência que possam estar ocorrendo dentro das famílias por elas acompanhadas e saber para onde encaminhar os casos. O treinamento ficará a cargo de representantes do CMDM, da OAB e da Patrulha Maria da Penha. O evento será no anfiteatro do bloco 18 da Unisc, com início às 13h30min. 
Conforme a programação, o fechamento da 1ª Semana Municipal de Combate à Violência contra as Mulheres, na sexta-feira 26, terá como palco o Pavilhão Central do Parque da Oktoberfest e as atividades programadas serão abertas ao público. Das 17h às 20h, mulheres de todas as faixas etárias poderão aprender um pouco sobre dicas de defesa pessoal com o sargento Diego da Cruz Araújo, da 2ª Companhia de Bombeiro Militar. 

As pessoas que comparecerem nesse dia estarão convidadas a assistir apresentações culturais, acompanhar a confecção de painéis de grafitagem e participar da roda de conversa sobre conscientização para combate à violência contra a mulher, atividade que será conduzida pelo CMDM.


Foto: Pixabay/Divulgação
Objetivo é mobilizar a sociedade para refletir sobre a Lei Maria da Penha e os mecanismos de assistência e denúncia
Objetivo é mobilizar a sociedade para refletir sobre a Lei Maria da Penha e os mecanismos de assistência e denúncia