Acadêmicas de Medicina da Unisc realizam projeto de empoderamento feminino em escolas


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 18/11/2021 14:34
Atualizado 18/11/2021 14:36

Geral   REPRESENTATIVIDADE

Segundo dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) mais de 4 milhões de jovens brasileiras não têm acesso a itens básicos para cuidados menstruais nas instituições escolares, o que faz muitas faltarem aulas durante o período menstrual. Com o crescimento de reflexões nesse sentido, o projeto We Are Here: meninas 100% presentes, vinculado ao curso de Medicina da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), surgiu para agregar soluções.

A iniciativa une ações em prol das estudantes de escolas públicas de Santa Cruz do Sul, que vão desde a arrecadação de absorventes para doação, até palestras de conscientização sobre saúde da mulher. Coordenado pela professora Dóris Lazzarotto Swarowsky, o projeto também conta com a atuação da médica Jéssica Ebert e de acadêmicas do curso de Medicina da Unisc, que cursam entre o 2º e o 8º semestre.

Até o momento já foram arrecadados 5970 absorventes. A primeira escola beneficiada foi a EMEF São Canísio, que recebeu 105 pacotes, contendo 49 absorventes em cada. Os kits de absorventes foram distribuídos para estudantes entre 10 e 18 anos. Além da doação, as integrantes do We Are Here realizaram palestras em sete turmas de meninas, abordando temáticas como a saúde da mulher e a importância dos cuidados íntimos.

Ao longo da palestra as estudantes de Medicina, acompanhadas da professora responsável, conversam sobre higiene feminina, ciclo menstrual, tipos e uso de absorventes, métodos contraceptivos, vulvovaginites, infecções sexualmente transmissíveis e formas de receber ajuda através do Sistema Único de Saúde (SUS).

O momento de conscientização abre a possibilidade das estudantes esclarecerem dúvidas em torno dos assuntos abordados. “Nosso projeto é de extrema importância tanto pela possibilidade de levar a estas jovens meninas temas importantes para sua saúde física e mental, quanto por oportunizar que nossas alunas, futuras médicas, participem de um projeto voluntário alicerçado em doação, educação e prevenção, temas necessários nos dias de hoje.”, reforça Dóris Lazzarotto Swarowsky, professora e coordenadora da AWS Unisc.

Ainda no calendário de 2021 está prevista a doação de absorventes e a realização de palestras em mais uma escola do Município, com data a ser definida nos próximos dias. Já para o ano de 2022 a expectativa é de que o projeto passe a atuar em frentes diferentes, mas ainda no sentido de incentivar a autonomia e o conhecimento das mulheres. “Tentamos deixar as meninas o mais confortável possível durante a conversa e isso foi fundamental para que elas tirassem as dúvidas sobre a sua saúde, algo que muitas vezes não tem possibilidade em casa. Além disso, elas falaram de seus sentimentos e inseguranças, ainda mais nesse momento da vida. A ideia do projeto de fato se concretizou: We are here: meninas 100% presentes.", Júlia Copetti Burmann, acadêmica de Medicina presidente do AWS Unisc.

We Are Here: meninas 100% presentes

O projeto filantrópico é feito por elas e para elas, com o intuito de acolher jovens estudantes e proporcionar empoderamento. “A ideia da iniciativa surgiu em conversas com a professora  Dóris sobre menstruação e as dificuldades associadas ao período. Essas dificuldades refletem em infrequência escolar e, consequentemente, em prejuízos educacionais para essas meninas, além de um sentimento de desconhecimento sobre seu próprio corpo e funcionamento”, explica a acadêmica Júlia Copetti Burmann.

Com os resultados positivos a ação terá continuidade no ano de 2022, passando a ser reconhecida como uma liga acadêmica do Curso de Medicina e enquadrada como um projeto de extensão em beneficio à comunidade. “A professora Dóris é uma grande apoiadora da causa feminina e nos inspira a tornar o conhecimento uma forma de independência e de libertação. Então, nosso propósito é seguir apoiando, incentivando e capacitando mulheres da região. Dentro do curso de Medicina o projeto também tem o viés de apoiar as mulheres que aspiram ser cirurgiãs, para que possam desenvolver a postura de liderança”, completa Júlia.

Quem faz o projeto

O projeto reúne o trabalho das acadêmicas de Medicina Júlia Copetti Burmann, Thaís Borges Magnus, Stephani Jahn Barros, Isabela Lazaroto Swarowsky, Eduarda Maria Baldi, Rafaela Manetti Geisler, Jennifer Paloma Dreissig, Larissa de Camargo Subtil, Larissa Bertoldi, Juliana Limberger Heinze e Laura Beatriz Wuensch Weschenfelder. Além da professora Dóris Lazzarotto Swarowsky, médica especialista em Cirurgia Geral e do Trauma e Jéssica Ebert, médica residente em Cirurgia Geral pelo Hospital Santa Cruz.


Foto: Divulgação
Meninas 100% presentes: acadêmicas de Medicina da Unisc realizam projeto de empoderamento feminino em escolas
Meninas 100% presentes: acadêmicas de Medicina da Unisc realizam projeto de empoderamento feminino em escolas