Funcionários do Consórcio TCS vão aguardar 72 horas para definição de greve


Por: Portal Arauto
Publicado 09/11/2021 19:00

Covid-19   IMPASSE

Os motoristas e cobradores dos ônibus do Consórcio TCS aguardam 72 horas para a definição de greve em Santa Cruz do Sul. Este é o tempo dado pelo grupo - que realizou protesto nesta terça-feira (9) - para a empresa se manifestar sobre a pauta de reivindicações. Após o ato realizado durante a manhã na superparada da Tenente Coronel Brito, ao lado do Parque da Oktoberfest, o time composto por 30 pessoas retornou ao trabalho.

Segundo um dos líderes do movimento, Gerson Luís da Silva, os trabalhadores irão aguardar executando suas atividades. "Temos um compromisso com os usuários e colegas. Se entrarmos em greve, 30% da equipe seguirá atuando nas linhas", destaca.

A definição de greve deve ocorrer até sexta-feira. Dentre as pautas encaminhadas à empresa pelos manifestantes, está o pagamento dos dissídios atrasados durante a pandemia, o fim do parcelamento de salários e a reposição da equipe, a fim de reduzir a demanda de trabalho.

A reportagem do Portal Arauto entrou em contato com o diretor do Consórcio TCS, Lucas Lopes, o qual afirmou que não há previsão a respeito de quando será feito o pagamento dos dissídios atrasados. Além disso, destacou que quanto ao parcelamento dos salários, a situação será resolvida o quanto antes, pensando no bem de todos.

Leia mais: 

Em mobilização, funcionários do transporte coletivo cogitam estado de greve

Motoristas e cobradores organizam mobilização para esta terça-feira em Santa Cruz


Foto: Guilherme Bica/Portal Arauto
Motoristas e cobradores querem melhores condições de trabalho em Santa Cruz
Motoristas e cobradores querem melhores condições de trabalho em Santa Cruz