"Continuamos trabalhando no vermelho", diz gerente do Consórcio TCS


Por: Portal Arauto
Publicado 03/11/2021 06:32
Atualizado 03/11/2021 06:32

Geral   PREOCUPAÇÃO

Embora os indicadores tenham apresentado uma melhora no quadro da pandemia, o que oportunizou a flexibilização de muitos serviços, o cenário econômico em relação ao transporte coletivo urbano de Santa Cruz ainda não é positivo. 

O gerente do Consórcio TCS, Zaqueu Paulo Forgiarini, destaca que a situação é considerada crítica já que está sendo transportado apenas 50% dos passageiros que eram transportados antes da pandemia. Conforme ele, até o fim do ano não há uma perspectiva de melhora no cenário, até porque haverá o período de recesso escolar, fazendo com que diminua ainda mais o uso do transporte coletivo até início de 2022. 

A expectativa, conforme o gerente, é de que em março seja possível registrar uma retomada no uso dos serviços. "Continuamos trabalhando no vermelho há muito tempo e esperamos que isso melhore, mas sabemos que isso não irá melhorar agora tão cedo, mas nos próximos seis meses", lamenta. 

SUBSÍDIO

Na semana passada, a Prefeitura de Santa Cruz, por meio da Secretaria de Segurança, Transporte e Mobilidade Urbana, informou que está negociando a prorrogação do subsídio do transporte coletivo urbano até o mês de dezembro, visto que o prazo se encerrou no mês de outubro. Atualmente, o valor do subsídio é de R$ 270 mil, mas a proposta da Prefeitura é de que no mês de novembro haja uma redução e o subsídio passe para R$ 200 mil e em dezembro chegue a R$ 150 mil. A prorrogação deve ocorrer porque - segundo comunicado feito pelo Município - a Prefeitura tem a sensibilidade em compreender que a situação ainda é deficitária. 

De acordo com o gerente do Consórcio TCS, um estudo realizado pela Fundatec - empresa contratada pela Prefeitura - sugeriu aumentar em 120 horários a oferta para usuários, mas ainda não há detalhes sobre quais seriam essas linhas: "Existe uma proposta e um planejamento de aumentar os horários e isso estaria atrelado ao subsídio. Mas é preciso verificar a viabilidade técnica para poder operacionalizar isso. Provavelmente na segunda quinzena de novembro pode ocorrer esse aumento dos horários". 

Ele ainda destaca que com o retorno totalmente presencial das aulas na Unisc, serão implantadas mais linhas de ônibus se a Prefeitura solicitar: "Importante destacar que o Consórcio TCS não tem o poder para incluir ou suprimir horários e linhas. Sempre é necessária uma ordem de serviço emitida pela Secretaria de Transporte para que qualquer alteração seja executada", explica. 


Foto: Arquivo / Portal Arauto
Prefeitura irá prorrogar o subsídio do transporte no município
Prefeitura irá prorrogar o subsídio do transporte no município