Fechamento dos portões das escolas já é realidade na rede municipal de Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Publicado 06/10/2021 06:55
Atualizado 06/10/2021 06:55

Geral   SEGURANÇA

A obrigatoriedade das escolas de Santa Cruz fecharem os portões e abrirem apenas em horários específicos já está em vigor há algumas semanas no município. A medida foi implementada através de uma ordem de serviço, válida inicialmente para educandários da rede municipal, e foi recebida positivamente pelas instituições de ensino e pais das crianças que veem na medida um aumento da segurança dos pequenos. O principal objetivo é prevenir e evitar invasões aos educandários, como o caso registrado em uma creche no município de Saudades (SC) no mês de maio deste ano.  

Diante disso, os portões e demais pontos de acesso aos prédios das escolas são abertos somente em período predeterminado pela direção do educandário, no início e ao final dos turnos da manhã e da tarde. Já durante a realização das atividades educativas e de ensino, o acesso aos prédios e às áreas afins será feito somente com prévia identificação e autorização da direção do educandário. "Apesar de já ser uma orientação há mais tempo, agora ela ganhou caráter oficial. A questão da segurança é algo muito importante, e sempre foi e será tratada como uma prioridade pela Secretaria Municipal de Educação”, pontuou o titular da pasta, João Miguel Wenzel.

A diretora da Escola Municipal de Ensino Fundamental Luiz Schroeder, Ana Patrícia Fontoura, e a vice-diretora, Elisabeth Jackisch, contam que a preocupação de manterem os portões fechados enquanto as atividades acontecem dentro da escola já é antiga e medidas já são tomadas há anos referente a isso. No portão de entrada há um interfone e também uma câmera para que o portão seja aberto apenas quando a pessoa é reconhecida e identificada. Conforme as duas profissionais, a instalação de um portão eletrônico e das câmeras foi realizada em 2008 após o registro de furtos dentro da escola. "Ficamos com medo e por questões de segurança decidimos colocar as câmeras", comenta Elisabeth. De acordo com as duas, o cuidado em relação à segurança das crianças é levado tão a sério que sempre nos portões, nos horários de entrada e saída, há um profissional fazendo o acompanhamento. "É algo fundamental para a escola. Antes de abrir, sempre perguntamos quem está no local", comenta Ana Patrícia. 

Na Escola Municipal de Educação Infantil Pingo de Gente o cuidado e a atenção dada à segurança das crianças também é priorizado. Conforme a vice-diretora, Fabiana Werner, todos os dias há cinco minutos de tolerância e, após isso, o portão é fechado. Com a obrigatoriedade imposta pelo Executivo Municipal, um portão eletrônico e câmeras de segurança na entrada já estão sendo providenciados para facilitar os trabalhos. Ainda de acordo com ela, embora a ideia tenha sido estranhada no começo, agora os pais e responsáveis já se acostumaram com a regra e têm se organizado. "A gente acaba conhecendo já os pais e responsáveis das crianças e desde sempre alguém só pode levar a criança se tem autorização e cadastro na escola", complementa. 

Medida positiva

Jaqueline Rodrigues Severo é mãe de duas meninas, a Laura Fernanda Mees, de 13 anos, e Luísa Gabriela Mees, de 8 anos, ambas estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental Luiz Schroeder. Segundo ela, a obrigatoriedade dos portões fechados é de muita importância para a segurança tanto das crianças quanto dos funcionários das escolas. Além disso, na opinião dela, é uma forma de controlar quem entra e sai da instiuição: "Não custa se identificar, porque a gente nunca sabe o que pode acontecer. Assim os pais também ficam tranquilos ao deixarem os filhos nas escolas".

Sandra Chagas, por exemplo, é encarregada de levar a neta Alice Chagas, de 7 anos, todos os dias para a Escola Luiz Schroeder. Ela diz concordar plenamente com a obrigatoriedade de manter os portões fechados, defendendo, assim, a segurança das crianças. "A escola sempre teve um cuidado com essas questões, mas é bom sempre reforçar. As coisas ruins que acontecem nos chocam. Não precisam acontecer coisas ruins para algo ser feito", comenta. 


Foto: Kethlin Meurer / Portal Arauto
Tanto instituições de ensino, quanto pais e responsáveis pelas crianças aprovaram a medida que obriga escolas a manterem os portões fechados
Tanto instituições de ensino, quanto pais e responsáveis pelas crianças aprovaram a medida que obriga escolas a manterem os portões fechados

Foto: Kethlin Meurer / Portal Arauto
Fabiane conta que em breve a Emei Pingo de Gente pretende instalar um portão eletrônico e  câmeras para aumentar a segurança
Fabiane conta que em breve a Emei Pingo de Gente pretende instalar um portão eletrônico e câmeras para aumentar a segurança

Foto: Kethlin Meurer / Portal Arauto
Portões são abertos apenas em horários específicos para a entrada e saída dos alunos
Portões são abertos apenas em horários específicos para a entrada e saída dos alunos

Foto: Kethlin Meurer / Portal Arauto
Jaqueline conta que a medida é uma forma de manter a segurança tanto das crianças quanto dos funcionários das escolas
Jaqueline conta que a medida é uma forma de manter a segurança tanto das crianças quanto dos funcionários das escolas

Foto: Kethlin Meurer / Portal Arauto
Sandra aprovou a nova lei em Santa Cruz
Sandra aprovou a nova lei em Santa Cruz

Foto: Kethlin Meurer / Portal Arauto
Elisabeth e Ana Patrícia destacam que a Escola Luiz Schroeder sempre teve um cuidado especial em relação à segurança das crianças
Elisabeth e Ana Patrícia destacam que a Escola Luiz Schroeder sempre teve um cuidado especial em relação à segurança das crianças