Santa Cruz recebe a 1ª Mostra da Setorial de Artes Visuais


Por: Portal Arauto
Fonte: Portal Arauto e Assessoria de Imprensa
Publicado 05/10/2021 09:27
Atualizado 05/10/2021 09:41

Geral   CULTURA

A Setorial de Artes Visuais de Santa Cruz do Sul - em parceria com a Secretaria de Cultura e apoio da Prefeitura de Santa Cruz -, está organizando a 1ª Mostra da Setorial de Artes Visuais. O evento irá ocorrer a partir desta quarta-feira (6) e seguirá até o dia 6 de novembro no Centro de Cultura Jornalista Francisco José Frantz, na antiga Estação Férrea, com entrada franca.

Será realizada uma programação solene para o dia da abertura, restrita somente a convidados em função da limitação de público exigida pela segurança sanitária. O grupo da Setorial de Artes Visuais de Santa Cruz do Sul é composto por 72 profissionais, sendo que desse número 36 inscreveram as próprias obras para o evento. Os integrantes do grupo de coordenação da mostra têm vasta experiência na área artística nacional e internacional, contribuindo ainda mais para a qualidade da mostra. 

VISITAÇÃO

A visitação poderá ser realizada de segunda-feira a sexta-feira, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 17h. A exposição conta com as seguintes empresas apoiadoras: Pitt, Posto do Carlão, Uninter, Rede Fort Supermercados (Super Schwengber e Super Agnes), Essência Produtos Naturais, Dermatologe, Acrilex, Clip Graffite, Savedra Molduras, Pra Vida Produtos Naturais e Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul.

Biografias dos coordenadores da exposição

  • Antelmo Paulo Stoelbenn

Artista Visual e Conselheiro Municipal do CMC. Titular da SAV. Antelmo Paulo Stoelbenn, natural de Santa Cruz do Sul, iniciou na pintura, desenho, e escultura desde a infância e em fotografia em 1982. Tem participado de diversos eventos como concursos, exposições individuais e coletivas e em sites como Flickr, Google Maps, Olhares.com e outros. Também na área da música iniciou estudos em Saxofone em 15 de maio de 2011, quando completou 50 anos e hoje integra a Orquestra Santa Cruz Filarmônica. É conselheiro do Conselho Municipal de Cultura desde sua criação e presidente na gestão 2013-2015.

  • Ivani Ana Friedrich

Artista Visual, Professora de artes e Conselheira Municipal do CMC. Suplente da SAV. Natural de Agudo/RS. Formada em Artes pela UFSM. Pós graduada em Arteterapia em Educação pela UCAM/RJ e em Liderança e Coaching pela UNINTER/PR. Foi professora de Artes. É Ceramista e Tecelã. Conselheira do CMC (Conselho Municipal da Cultura de SCS), representando a Setorial das Artes Visuais

  • Juliane Mai

Artista visual, curadora de arte, publicitária, designer gráfica e produtora cultural gaúcha, morou em São Paulo/SP e atualmente reside em Santa Cruz do Sul/RS. Bacharel em Comunicação Social - PP, com especializações em Artes Plásticas, Design Gráfico e Curadoria. Atuou em diversos canais de comunicação, ao longo de mais de 17 anos, com alguns prêmios na área de audiovisual. Trabalhou em instituições de Artes e, hoje, presta assessoria para artistas das mais variadas linhas artísticas, trabalhando com profissionais de 25 países.

Estuda história da Arte e atua como Curadora em projetos ousados, criando instalações que conversam com as obras, tendo sua curadoria mais rescente indicada ao prêmio Arcanjo de Cultura, promovido pelo Miguel Arcanjo, colunista cultural da rede UOL de comunicações, juntamente com grandes instituições como o MASP e o Museu Afro de São Paulo. Enquanto artista visual, participou de dezenas de exposições nacionais e internacionais, recebendo orientações da renomada Artista Plástica gaúcha, Marcia Marostega. Possui, em seu currículo, prêmios, medalhas e honrarias, em âmbito internacional, pela atuação no meio artístico, tanto como pintora, quanto como mediadora.

  • Márcia Maróstega

Artista visual e professora de Artes É natural de Santa Rosa/RS. Vive e trabalha em Santa Cruz do Sul onde tem seu atelier. Bacharel em Desenho e Plástica-Habilitação Desenho Artístico, pela Universidade Federal de Santa Maria. Pós-graduada em “Design para Estamparia” pela Universidade Federal de Santa Maria. Curso de pintura na Scuola Lorenzo De´Medici, em Florença-Itália. Com várias exposições individuais e coletivas, desenvolve sua poética abordando o ser feminino e sua relação com a natureza utilizando diversas técnicas de pintura e desenho em sua obra. Participou em exposições coletivas em vários países: Brasil, Portugal, Espanha, Itália, França (Carrousel Du Louvre), China, Chile, Peru, Argentina, Colômbia, México, Alemanha, Áustria e Estados Unidos.

  • Magui Kampf

Artista visual, Arquiteta, Cenógrafa e Curadora Atua no desenvolvimento de projetos culturais, com experiências no Brasil, Europa e África desde 2005. Especializou-se na criação e desenvolvimento de espaços narrativos, metodologias de engajamento de público e narrativas de território. Na sua prática, alia conceitos como sustentabilidade, ecofeminismo, o cuidado com a Terra e a natureza, a valorização dos povos tradicionais, as emoções e sentimentos, entre outros, buscando criar ambientes e experiências imersivas que provoquem um olhar consciente sobre o espaço que habitamos. Para traduzir estas temáticas, usa, especialmente, de intervenção urbana, vídeo, fotografia, escrita e instalações espaciais.

A Teia da Vida foi sua primeira exposição individual, apresentada na sala Cofre na Casa das Artes Regina Simonis em Santa Cruz do Sul, RS 2017. Em 2019 realiza duas intervenções artísticas em Fernando de Noronha, PE (Mater e A volta pra casa), onde relaciona as forças energéticas do território com as manifestações da natureza na presença de corpos femininos. No mesmo território, desenvolve importante projeto voltado para a cultura de sustentabilidade, o Centro de Engajamento Noronha Plástico Zero. Em 2020 participa de residência Artística Kaaysá, em Boiçucanga, São Paulo.

  • Moema Rennhack

Artesã e artista plástica amadora Entusiasta das artes e autodidata, pratica pintura há mais de 10 anos. Usa técnica à óleo e acrílica sobre tela.

  • Nilani Goettems

Fotógrafa e Relações Públicas, formada pela UFRGS, ministrou aula de fotografia para o curso de Turismo na Unisc, por um semestre. Em Santa Cruz, sua cidade natal, realizou ensaio fotográfico no Projeto Crescer Sempre, do Instituto Humanitas, auxiliando na sua divulgação, com exposição fotográfica itinerante, passando pela cidade de Neerpelt, na Bélgica. Na Casa das Artes, expôs suas imagens mostrando paisagens européias, onde morou, bem como a exposição “Valkenhof, o Jardim dos Falcões”, sobre a vida no abrigo de refugiados belga, onde exerceu trabalho voluntário.

Em São Paulo, onde por 15 anos trabalhou com fotos corporativas e jornalísticas, participou de exposição coletiva no Conjunto Nacional, sobre alguns bairros paulistanos. De volta à Santa Cruz desde 2019, extende seus trabalhos como freelancer na região sul com jornalismo, espetáculos e retratos.


Foto: Divulgação
Evento ocorre a partir desta quarta-feira e seguirá até o dia 6 de novembro
Evento ocorre a partir desta quarta-feira e seguirá até o dia 6 de novembro