No aniversário de 212 anos de Rio Pardo, confira imagens marcantes da Cidade Histórica


Por: Portal Arauto
Publicado 07/10/2021 07:04
Atualizado 07/10/2021 07:05

Geral   COMEMORAÇÃO

"Rio Pardo está encravada no coração do Rio Grande, pelo seu passado e pelos seus monumentos, casas e filhos ilustres. É um pedaço glorioso de chão brasileiro!". Essa frase da historiadora Neuza Quadros, do Arquivo Histórico de Rio Pardo, resume bem o grandioso significado do local na história do Rio Grande do Sul. Um dos quatro municípios na divisão da Capitania do Rio Grande de São Pedro em 1809, é compreensível e digno o título de Cidade Histórica. 

E no aniversário de 212 anos, o Grupo Arauto de Comunicação lhe convida a uma viagem no tempo, a fim de observar como eram os cenários de um passado que ainda está muito vivo no presente. Afinal, uma das características mais fortes de Rio Pardo é o quanto as lembranças estão presentes pelo município, seja nos prédios históricos, na ferrovia ou na Rua da Ladeira, importante via para o período do Brasil colonial e a primeira rua calçada da história gaúcha. 

Marco da colonização portuguesa no Brasil, a Rua da Ladeira foi tombada em 1955 pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Originalmente, ela foi aberta para ligar o Alto da Fortaleza, onde nasceu a cidade, à zona residencial. De acordo com a historiadora Neuza Quadros, o calçamento data de 1813 e foi feito com grandes pedras irregulares, com escoamento das águas pelo centro da rua, por mão-de-obra escrava. O trecho, com aproximadamente 300 metros, foi calçado para facilitar o escoamento da produção que chegava pelo porto, no Rio Jacuí. 

Um dos locais mais importantes para a história de Rio Pardo também é a Igreja Matriz Nossa Senhora do Rosário, patrimônio tombado pelo município e pelo Governo do Rio Grande do Sul. Construída em aproximadamente 1774, mas com projeto de engenharia oficial de 1791, ela foi finalizada em 1885 e passou por remodelações e reformas até década de 1940. A “Matriz”, como é conhecida pelos rio-pardenses, possui uma praça em frente como espaço de lazer e é considerada cenário de grandes eventos culturais e religiosos.

Entre esses pontos relevantes, outros tantos também se destacam. Confira as imagens a seguir:


Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Rua da Ladeira
Rua da Ladeira

Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Igreja Matriz
Igreja Matriz

Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Igreja São Nicolau
Igreja São Nicolau

Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Centro Regional de Cultura
Centro Regional de Cultura

Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Igreja São Francisco
Igreja São Francisco

Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Alto da Fortaleza em direção à Rua da Ladeira e Andrade Neves
Alto da Fortaleza em direção à Rua da Ladeira e Andrade Neves

Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Escola de Ana Aurora localizada no antigo Café Central
Escola de Ana Aurora localizada no antigo Café Central

Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Cena do cotidiano em Rio Pardo
Cena do cotidiano em Rio Pardo

Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Ano: 1898 - Escola Militar e Igreja dos Passos
Ano: 1898 - Escola Militar e Igreja dos Passos

Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Rua São Francisco em direção à Rua da Ladeira. Vista do sobrado do Almirante Alexandrino de Alencar e o Hotel dos viajantes
Rua São Francisco em direção à Rua da Ladeira. Vista do sobrado do Almirante Alexandrino de Alencar e o Hotel dos viajantes

Foto: Arquivo Histórico Biágio Soares Tarantino
Café Gaúcho, esquina com Almirante Alexandrino com Andrade Neves.  A direita sobrado dos Silveiras
Café Gaúcho, esquina com Almirante Alexandrino com Andrade Neves. A direita sobrado dos Silveiras