"Estamos focados na solução dos buracos da RSC-287 até o próximo fim de semana", diz diretor da Sacyr


Por: Portal Arauto
Publicado 01/09/2021 06:58
Atualizado 01/09/2021 06:58

Geral   RODOVIA

Problemas nas pistas da RSC-287 já estão no radar da Rota de Santa Maria, nova responsável pela rodovia. Durante avaliação do primeiro dia de trabalho nesta terça-feira (31), o diretor geral da Sacyr Concessões, Aquilino Martinez, destacou que os buracos da rodovia receberão uma atenção especial nos próximos dias. "Estamos focados na solução dos buracos da RSC-287 até o próximo fim de semana. Queremos solucionar o quanto antes porque apresentam risco para a segurança dos usuários", disse ele durante coletiva de imprensa no fim da tarde, em Santa Cruz do Sul.

Acompanhado do diretor técnico Leandro Conterato, Aquilino ressaltou que os pontos mais críticos - e que devem receber as intervenções primeiro - são trechos de Candelária, nas proximidades do quilômetro 129, e em Santa Cruz do Sul, no quilômetro 99, nas proximidades do posto da Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Após essas ações emergenciais, os serviços de recuperação irão de fato iniciar, com todo o cronograma previsto no contrato da concessão. "Temos uma lista de prioridades de Tabaí a Santa Maria", falou. Para atualizar os usuários, a Rota de Santa Maria atualizará sobre as atividades - diariamente - através do Twitter. Clique aqui para seguir: @rotadesm 

Desde esta terça-feira, além da mudança no valor do pedágio de R$ 7 para R$ 3,70, outras alterações foram realizadas pela concessionária. A transição com a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), inclusive, gerou filas e motivou a divulgação de uma nota oficial por parte da empresa. Relembre: Rota de Santa Maria emite nota após registro de congestionamento nas praças de pedágio Atualmente, o call center da empresa já funciona, assim como site e as ambulâncias da concessionária. 

Em 12 meses, o plano da Rota de Santa Maria também é ampliar as pistas das praças de pedágio, a fim de otimizar o tempo dos usuários e evitar filas. "As praças precisam ser ampliadas com mais pistas, sistemas novos, trocar sensores, cancelas, mas vamos fazer gradativamente. Pouco a pouco tudo irá funcionar melhor", avisou. 


Foto: Guilherme Bica/Portal Arauto
Diretores durante a coletiva de imprensa
Diretores durante a coletiva de imprensa