Hannemann é uma das 10 “escolas criativas” do Estado


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 31/08/2021 19:00

Geral   RECONHECIMENTO

A EEEF Frederico Augusto Hannemann, de Vila Progresso, interior de Vera Cruz, é uma das 10 escolas gaúchas – de um total de 60 inscritas - selecionadas pela Secretaria Estadual da Educação (Seduc) para participar do Programa Escolas Criativas. A iniciativa, realizada em diversos estados do país, em uma parceria entre a Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa (RBAC), a Fundação Lemann e a Lego Foundation, reconhece os educandários que realizam trabalho diferenciado junto aos alunos e à comunidade escolar, desenvolvendo atividades e projetos interdisciplinares que vão ao encontro das necessidades locais, através da intervenção e solução de problemas de modo criativo, indo muito além dos limites da sala de aula - características que a Hannemann carrega em seu DNA. 

Conforme o coordenador da 6ª Coordenadoria Regional de Educação (6ª CRE), Luiz Ricardo Pinho de Moura, a atenção da escola para com a comunidade, através de iniciativas como a Cooperativa Escolar – implantada desde maio deste ano -, eventos e festividades que valorizam as famílias e a cultura local, campanhas para arrecadação de alimentos não perecíveis e produtos de higiene, além da atuação no combate à dengue e a pandemia, fez com que ela fosse uma das escolhidas pela 6ª CRE a concorrer ao programa. 

NA PRÁTICA

De acordo com Luiz, a escola terá durante quatro anos assistência administrativa e pedagógica, com formação para alunos, professores e equipe diretiva, podendo participar de inúmeros projetos ou aprimorar os já existentes. “As 10 escolas selecionadas no estado terão uma atenção diferenciada e serão incentivadas a desenvolver e a participar de projetos, não só em nível regional, mas também a nível de estado, para que estimulem essa cultura, de uma visão mais inovadora e empreendedora, nos alunos. Trata-se de um direcionamento de caminhos e de possibilidades que vai auxiliar nas questões de implantação e fortalecimento de iniciativas nos educandários”, esclarece Luiz, ao citar a alegria pelo reconhecimento em nível estadual. “Estamos tão felizes quanto a comunidade escolar”, acrescenta. 

Entre as competências, o programa propõe o investimento em estrutura, formação e recursos conforme acordado no plano de trabalho da escola; implementação e acompanhamento do desenvolvimento do programa; além de fortalecer a participação inclusiva da comunidade por meio de eventos, mobilizações e trabalho integrados. Além disso, professores serão incentivados a desenvolver as suas próprias atividades utilizando os princípios da aprendizagem criativa e recursos de robótica, computação criativa, bem como materiais acessíveis e reutilizáveis. 

Os trabalhos devem ocorrer a partir do segundo semestre de 2021. Na primeira fase, alerta o coordenador da 6ª CRE, o acompanhamento será online, sendo as demais etapas melhor esclarecidas ao longo do avanço do programa. 

Para a diretora da Escola Hannemann, Rosane Tornquist Petry, o reconhecimento é fruto do intenso trabalho da gestão e de todo o corpo docente. “Cada vez mais trabalhamos a partir da visão criativa, proporcionando resultados surpreendentes nos trabalhos, programas e projetos que a escola participa e desenvolve. O reconhecimento dá ainda mais visibilidade ao trabalho que é realizado no espaço escolar”, arremata a diretora, orgulhosa. 


Foto: divulgação
Escola está situada na localidade de Vila Progresso
Escola está situada na localidade de Vila Progresso