"Meu propósito é fazer com que as pessoas tenham uma vida melhor e isso passa pelo trabalho voluntário", afirma Ricardo Bartz


Por: Portal Arauto
Publicado 31/07/2021 18:55
Atualizado 31/07/2021 21:04

Feed de Negócios   FEED DE NEGÓCIOS

Dos tantos ensinamentos que Ricardo Bartz aprendeu com o pai Alceu - ainda em vida -, está a importância do trabalho voluntário. Natural da localidade de Ponte Rio Pardinho, interior de Santa Cruz, o empresário cresceu vendo o patriarca da família envolvido com atividades em prol da comunidade e hoje, com a certeza de que lá de cima está sendo observado, vêm construindo uma trajetória de sucesso pessoal, profissional e comunitário.

Os desafios começaram muito cedo, quando Bartz ainda era estudante do ensino fundamental da Escola Cristiano Smidt. "Quando eu comecei na pré-escola não sabia falar português, apenas alemão. Aprendi a falar na escola, tanto que fiquei um meio ano sem tomar água e sem ir no banheiro porque eu não sabia pedir, mas por sorte a minha professora entendia e devagarzinho fui me virando", relembra.

Sempre muito dedicado e com gosto pelos estudos, o jovem cursou todo o ensino médio na Escola Ernesto Alves de Oliveira no período da noite para que, durante o dia, pudesse auxiliar a família na lavoura. Por lá, ficou até os 18 anos, quando teve a primeira experiência profissional. "Meu primeiro emprego no bingo, primeiro como vendedor de cartão e depois fui locutor por um tempo. Como nunca tinha horário para fechar e eu trabalhava no turno da noite, às vezes não tinha ônibus logo para voltar para casa. Quando fechava às 4h, por exemplo, eu subia até a parada e dormia por lá até às 5h30, quando o Expresso Sinimbu chegava", conta Bartz.

Foram três meses na primeira oportunidade de trabalho para que Bartz tivesse uma chance de atuar no ramo que, seria futuramente, seria onde ele se encontraria: no imobiliário. Após um primeiro contato, outra experiência no currículo e um curso de corretor de imóvies, o santa-cruzense construiu a caminhada na área até que, em janeiro de 2014, decidiu empreender e dois meses após, abriu as portas da Imolari - localizada na Rua 28 de Setembro nº 1011 - , que já completa sete anos na Terra da Oktoberfest. 

E por falar na Festa da Alegria, Ricardo Bartz é um dos voluntários que atua para que o evento aconteça. Além disso, ele já passou pelo Conselho Regional dos Corretores de Imóveis do Rio Grande do Sul (Cresci), Sicredi e, atualmente, é o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) - que completa 55 anos em Santa Cruz - o que, para ele, é uma grande alegria. "Meu propósito é fazer o bem e conseguir com que as pessoas tenham uma vida melhor. E isso passa pelo trabalho voluntário a gente exerce nessas entidades", salienta.

Apaixonado por viagens e por um doce, o empresário não abre mão do futebol e de tomar uma cerveja com os amigos aos finais de semana. Já quanto a caminhada até o momento, Bartz se emociona ao lembrar dos desafios que a vida lhe impôs e considera as ações muito além de uma realização profissional. "Tem uma coisa que me emociona muito hoje é a falta do meu pai. É uma pessoa que me marca e tenho muita saudade dele, porque nós tínhamos uma grande afinidade. Acredito que, acima de uma realização pessoal, tudo isso foi mais no sentido de saber que, de alguma forma, ele acompanha e sente orgulho da minha trajetória, mesmo não estando mais aqui", destaca.


Foto: Maiquel Thessing/Grupo Arauto
"Meu propósito é fazer com que as pessoas tenham uma vida melhor e isso passa pelo trabalho voluntário", afirma Ricardo Bartz