Mercur vai construir Usina Solar em Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 15/07/2021 16:48
Atualizado 15/07/2021 16:49

Geral   ENERGIA SUSTENTÁVEL

Com uma atuação focada em reduzir seus impactos ambientais, a Mercur, indústria que atua na área da saúde e educação, vai construir em Santa Cruz do Sul uma Usina de Energia Solar Fotovoltaica. O investimento, que tem o início das obras previsto para julho, ocorrerá em sua sede no Distrito Industrial e vai ocupar uma área de dois hectares. A primeira fase do projeto vai gerar 1,18MWp por meio de 2652 painéis fotovoltaicos, o que, segundo os técnicos da empresa, será capaz de suprir cerca de 50% do seu uso de energia.

A capacidade de geração de energia da usina poderá ser ampliada futuramente, alcançando o  total de 2,4MWp. “Com a construção dessa Usina, estamos dando mais um passo para reduzir os impactos humanosocioambientais de nossas atividades, além de contribuirmos para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas sobre Energia Acessível e Limpa”, ressalta Paulo Boufleur, responsável pelo projeto. Isso se dá pela redução da necessidade de transmissão de energia em  longas distâncias,  o que gera desperdícios, além de contribuir indiretamente para a diminuição da necessidade de criação de novas barragens hidrelétricas e do uso de energia térmica  que geram impactos ambientais bem mais consideráveis.

A construção era desejada e vinha sendo planejada há muito tempo pela Mercur, mas teve que ser adiada devido à pandemia de covid-19. O impacto ambiental causado no local onde ela será instalada será compensado com o plantio de árvores nativas em um espaço de preservação  de acordo com o levantamento  e determinação do relatório  elaborado pela Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luis Roessler (FEPAM). A previsão é que o empreendimento, que será executado pela empresa Parceria Solar, não impacte a rotina da empresa e esteja em pleno funcionamento em fevereiro de 2022.

 


Foto: Divulgação
Primeira etapa do projeto será iniciada nos próximos dias e será capaz de gerar 1,18MWp
Primeira etapa do projeto será iniciada nos próximos dias e será capaz de gerar 1,18MWp