Motorista de carreta nega ter invadido pista contrária em acidente com morte na BR-471


Por: Portal Arauto
Publicado 08/07/2021 07:00
Atualizado 08/07/2021 07:24

Polícia   INVESTIGAÇÃO

A Polícia Civil de Rio Pardo ouviu na tarde desta quarta-feira (7), o motorista da carreta carregada com toras de madeira que se envolveu no grave acidente que deixou um morto e 16 feridos na BR-471. A colisão - que envolveu um ônibus que transportava trabalhadores de uma indústria e um outro caminhão - aconteceu na segunda-feira (5), nas proximidades do parque da Expoagro Afubra.

Conforme o titular da Delegacia de Rio Pardo, delegado Anderson Faturi, o motorista da carreta, que não teve o nome divulgado, disse não ter invadido a pista contrária. Ele negou também ter ingerido bebida alcoólica. "Ele alegou não ter invadido a pista contrária, de não ter sido o causador do acidente. Disse que apenas sentiu o impacto da batida e negou ter bebido. Falou apenas que no dia anterior bebeu, mas no dia do acidente não", destaca. 

Ainda nesta semana, a Polícia Civil vai ouvir outras testemunhas, dentre elas os trabalhadores que estavam no ônibus. É aguardada para as próximas semanas o resultado da perícia feita nos veículos envolvidos. Além disso, a polícia também terá a oitiva do motorista do outro caminhão que se envolveu na colisão. 

Apesar da negativa do motorista da carreta, a Polícia Civil tem em mãos o relatório da Polícia Rodoviária Federal que aponta o resultado positivo do teste do bafômetro e que o motorista da carreta invadiu a pista contrária. "Estamos realizando diversas diligências. Ainda não recebemos os resultados das perícias. E, sim, comprovadamente o caminhão carregado de madeiras invadiu a pista contrária. Estamos apurando o motivo", disse o delegado. 

Relembre: Colisão entre carreta, caminhão e ônibus mata homem e deixa 16 feridos na BR-471


Foto: Rafael Cunha/Grupo Arauto
Acidente deixou um morto e outras 16 pessoas feridas
Acidente deixou um morto e outras 16 pessoas feridas