Em 36 anos, Joni Aggens carrega uma trajetória de amor e compromisso com a Benoit


Por: Portal Arauto
Publicado 03/07/2021 19:00

Feed de Negócios   FEED DE NEGÓCIOS

São 36 anos de uma história dedicada à empresa que, para Joni Aggens, é a segunda família. Simples, apaixonado pelo que faz e sempre em busca de conhecimento e reconhecimento, ele ocupa atualmente o cargo de gestor da Benoit de Santa Cruz do Sul. Mas a caminhada até chegar onde está foi longa, repleta de comprometimento e busca pelo melhor.

Natural de Linha Curitiba, interior de Candelária, onde morou até os 18 anos, Joni nutriu a partir dessa idade o sonho de trabalhar na cidade e buscar oportunidade de emprego. Filho de agricultor, sempre teve pais que o incentivaram a estudar: "Meu pai sempre dizia. A melhor riqueza que eu vou te dar é o estudo, porque isso ninguém te tira. E eu segui". 

Ao sair do interior, não demorou muito para que começasse a trabalhar na Benoit em Candelária no ano de 1986 iniciando a função de entregador, montador de móveis e mecânico. Contudo, sempre carregou consigo uma esperança de crescer dentro da empresa e exercer outro cargo. Após seis meses foi convidado para trabalhar como vendedor externo. "Com uma pastinha embaixo do braço e uma motinho eu ia para o interior trabalhar", relembra.

Mais tarde um dos diretores o chamou para um novo desafio. Na companhia da esposa Rosane, atuou como gerente na Benoit em Sobradinho, iniciando uma nova fase da vida em 1988 e sendo muito bem acolhido pelo Fábio Antônio Benoit. Em Sobradinho, fez história até 1991 e depois concentrou os trabalhos em Garibaldi, assumindo a loja na cidade. No entanto, como a esposa fez o concurso para a Polícia Civil e havia a possibilidade de ela trabalhar em Santa Cruz, colocou o cargo à disposição em Garibaldi. Com o intuito de ficar mais próximo de Santa Cruz, aceitou a oportunidade de trabalhar em Rio Pardo onde permaneceu até 1994. "Me coloquei à disposição para assumir Santa Cruz quando tivesse vaga, porque minha esposa vinha todos os dias de Rio Pardo para Santa Cruz trabalhar. Em 1994 comecei em Santa Cruz", conta. 

Reconhecimento em Santa Cruz

Desde 1994 Joni constrói uma história bonita e colhe os frutos que plantou na empresa e na vida ao longo dos anos. Diariamente recebe o reconhecimento dos colegas e dos clientes e se emociona ao relembrar todas as viagens e dias de trabalho dedicados ao empreendimento. "Tudo o que eu tenho hoje a Benoit ajudou a conquistar. A Benoit é família. Me ensinou a ser uma pessoa bem vista. O diretor Antenor Valmor Benoit nos ensinou que temos a família com a qual moramos e a família de trabalho. A segunda família são os colegas de trabalho, porque passo mais tempo com meus colegas do que com a minha família em casa", destaca. 

Durante todos esses anos, muitos momentos marcaram positivamente a vida de Joni, mas o que mais o motiva a continuar a caminhada é conhecer pessoas diferentes e ter a oportunidade de aprender cada vez mais. O carinho e admiração pela Benoit são tão grandes que os filhos dele, Eduardo e Lucas, também trabalham na empresa. Eduardo como ajudante e vendedor direto e Lucas como gerente: "Ver meu filho na posição de gerente tem a ver com o convívio e aprendizado que ele teve comigo. Eu sempre busquei ensinar e mostrar o melhor caminho e o que eles poderiam ser dentro de uma empresa".

Mesmo encantado pela Benoit e apaixonado pela profissão que exerce, os planos dele são, mais tarde, se dedicar ainda mais aos cuidados com a família, podendo ter mais tempo principalmente para curtir os netos Manoela, Mariana, Joaquim e a Antônia. Ele também não abre mão de, nas horas vagas, lidar com cavalos e fazer parte de entidades como CTGs. Mas uma coisa é certa: o homem de 36 anos de trajetória na Benoit, dentro e fora da empresa, carrega sempre consigo o amor pela profissão. 

 


Foto: Maiquel Thessing/Grupo Arauto de Comunicação
Gestor da Benoit de Santa Cruz conta sua história e o caminho que trilhou em mais de três décadas de atuação na empresa
Gestor da Benoit de Santa Cruz conta sua história e o caminho que trilhou em mais de três décadas de atuação na empresa