Prefeitura instala contêineres para descarte exclusivo de materiais recicláveis


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 09/06/2021 13:59
Atualizado 09/06/2021 15:42

Geral   MEIO AMBIENTE

A Prefeitura de Santa Cruz do Sul, por intermédio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade (Semass), lançou na manhã desta quarta-feira (9), na Praça Getúlio Vargas, o Projeto Recicla Santa Cruz, em parceria com a Conesul Soluções Ambientais. Em uma fase de testes, quatro contêineres, na cor laranja, estão sendo instalados hoje em pontos estratégicos da região central da cidade, exclusivamente para o descarte de materiais recicláveis.

A iniciativa pretende aperfeiçoar o descarte de materiais como papel, papelão, vidro, metais e plásticos, promovendo um maior engajamento da população com a questão da separação do lixo e do descarte correto. Em Santa Cruz do Sul, a coleta seletiva hoje é fonte de trabalho e renda para 55 famílias. Ao se transformarem em matéria-prima para novos produtos, esses materiais deixam de ser uma fonte poluidora, contribuindo para a preservação do meio ambiente. 

Os contêineres laranjas estão sendo instalados ao lado dos verdes, que já são destinados ao lixo orgânico. Diferente desses, os laranjinhas contam apenas com uma abertura para que as pessoas possam depositar os materiais. A tampa não pode ser levantada manualmente e portanto não há como ter acesso ao interior, o que vai impedir que os materiais sejam retirados e espalhados nas calçadas, como hoje muitas vezes ocorre pela ação de papeleiros nos contêineres verdes.

O primeiro contêiner foi instalado pouco antes da cerimônia de lançamento, na Rua Marechal Floriano, junto à Praça Getúlio Vargas. Os demais estão sendo instalados nos seguintes pontos: Rua Assis Brasil, próximo à RBS TV; Rua Carlos Trein Filho, próximo à Escola Estadual Estado de Goiás; e Rua Augusto Spengler, ao lado da Praça Hainsi Gralow.

Também diferente da coleta automatizada, em que os contêineres verdes são esvaziados no próprio local com o auxílio dos braços mecânicos do caminhão responsável pela coleta, os laranjas terão que ser recolhidos e levados até o local de transbordo. Depois eles são novamente colocados no espaço a eles reservado. Todo o conteúdo será destinado à Cooperativa de Catadores e Recicladores de Santa Cruz do Sul (Coomcat), responsável pela coleta seletiva solidária em Santa Cruz do Sul. 

Na avaliação do secretário municipal de Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade (Semass), Jaques Eisenberger, a questão de resíduos é uma preocupação constante. Ele ressalta que Santa Cruz do Sul conta com três modelos, a coletiva convencional, a seletiva solidária e a automatizada. “Já vínhamos notando a necessidade de ampliar e melhorar a coletiva conteinerizada e a coleta a seletiva. Os contêineres verdes, que são destinados aos orgânicos, estavam sendo utilizados para os mais diversos resíduos”, observou. 

Segundo ele, a ideia do Projeto Recicla Santa Cruz surgiu nas reuniões do Conselho Municipal de Meio Ambiente e Saneamento Básico. “Com o projeto piloto vamos poder verificar a eficiência desse sistema. Teremos números para avaliar a real situação dos recicláveis e então decidir a melhor maneira de fazermos a gestão do lixo”.

Para a prefeita Helena Hermany, o sucesso do projeto depende acima de tudo do envolvimento da comunidade. “Temos que trabalhar juntos. Essa iniciativa só vem a somar para todos os envolvidos, é bom para a Prefeitura, é bom para  a Coomcat, é bom para a comunidade. Tudo  que estiver dentro dos contêineres laranjas vai para a cooperativa”, disse. Ela reforça a necessidade de separação do lixo domiciliar. “É importante que a comunidade assuma esse projeto e que faça a separação. Hoje um percentual muito pequeno de lixo é reciclado e temos um potencial muito grande, um caminho enorme para percorrer”. 

Helena vislumbra um futuro com melhor aproveitamento dos resíduos produzidos no ambiente doméstico. “Estamos trabalhando em um patamar para que tudo possa ser transformado. Lixo pode ser transformado em coisas úteis e aproveitáveis e estamos empenhados nisso. Queremos que mais adiante Santa Cruz mande embora só o que for dejeto e que o resto seja aproveitado em benefício da comunidade”
O lançamento do Projeto Recicla Santa Cruz integrou a programação da  Semana Municipal do Meio Ambiente que em meio à pandemia conta com uma programação híbrida, incluindo atividades presenciais e também no modo virtual. 

Nesta quinta-feira (10). às 10h, um projeto piloto sobre biogás será apresentado  na Emef Bom Jesus. A atividade será restrita para  professores e alunos da escola. No mesmo dia, o Grupo Teatral Luz e Cena vai percorrer as ruas da cidade, com paradas para apresentações em diversos pontos, sempre com a temática ambiental. O itinerário parte da Praça Getúlio Vargas, às 18 horas, segue em direção ao Bairro Bom Jesus e encerra-se no Residencial Viver Bem. 

Já na sexta-feira, dia 11, às 10 horas, mais um evento terá como palco a Praça Getúlio Vargas, com a presença do ônibus da Defesa Civil, doação de mudas de árvores e distribuição de material impresso. E ao final da tarde, o Grupo Teatral Luz e Cena seguirá animando as ruas da cidade. Eles sairão às 18 horas da Praça da Cohab, passando pelo Centro e pelos bairros Bonfim, Arroio Grande e Esmeralda.


Foto: Guilherme Neuhaus/ Divulgação
Projeto foi lançado na manhã desta quarta-feira
Projeto foi lançado na manhã desta quarta-feira