Movimento Mulheres em Luta divulga nota de repúdio sobre fala de vereador de Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 09/06/2021 11:20
Atualizado 09/06/2021 11:35

Política   MANIFESTAÇÃO

O Movimento Mulheres em Luta (MML) de Santa Cruz do Sul divulgou uma nota de repúdio nesta semana devido ao pronunciamento feito pelo vereador Raul Fritsch, do Partido Republicanos, na sessão da Câmara de Vereadores do último dia 31 de maio. Conforme a nota encaminhada à imprensa, o Movimento lamenta a fala do vereador em um determinado momneto de sua manifestação na tribuna: “Tu quer saber o que a tua mulher pensa de ti? Dá bebida para ela”.

Conforme o Movimento, esse tipo de postura é inadmissível, ainda mais partindo de uma figura pública eleita pelo povo e que é paga com recursos públicos. "Não podemos aceitar tal atitude, uma vez que a prática de embriagar mulheres visa tirar proveito de algo. Como um agente público vai para a tribuna legitimar uma violência como essa? É para isso que se elegeu?", escreveram.

Segundo a nota, a tribuna da Câmara deve ser usada para tratar causas que melhorem a vida da comunidade e não para escrachar o machismo e a violência contra qualquer pessoa que seja. "Nós exigimos reparação e punição ao vereador Raul Fritsch", destacaram no texto. 

Na sessão desta segunda-feira (7), o vereador Raul Fritsch se desculpou durante sua fala na tribuna. "Fiz algumas colocações, citei alguns exemplo e, de alguma forma, fui mal interpretado. Gostaria de manifestar meu pedido de desculpas. De maneira nenhuma quis ofender nenhuma pessoa e muito menos gênero. A gente usa a linguagem popular, mas procura ser correto. Se alguma pessoa que nos assitiu não conseguiu entender minha manifestação, fica aqui minhas desculpas", disse. 


Foto: Divulgação
Ação é contra pronunciamento feito pelo vereador Raul Fritsch na sessão de 31 de maio
Ação é contra pronunciamento feito pelo vereador Raul Fritsch na sessão de 31 de maio