Fiscalização quer implantar programa eletrônico para fazer registro de acidentes em Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Publicado 13/06/2021 10:00

Geral   TRÂNSITO

Mesmo com a intensa fiscalização nas ruas e os pedidos de conscietização no trânsito, acidentes são registrados diariamente em Santa Cruz do Sul. Para prestar um atendimento ainda mais ágil à população, a Fiscalização de Trânsito do município tem a intenção de também começar a fazer o registro dos acidentes de trânsito ainda neste ano. Atualmente, a Fiscalização pode auxiliar no atendimento a um acidente, mas os registros desse tipo ocorrência e questões burocráticas são feitos unicamente pela Brigada Militar.

Segundo o coordenador do Departamento de Fiscalização de Trânsito de Santa Cruz, Cassiano Rauber, um curso de capacitação será realizado nos próximos dias para os profissionais poderem registrar as ocorrências de acidentes de trânsito. Além disso, ainda é preciso dispor do programa eletrônico que é integrado com banco de dados municipais e estaduais. O boletim de ocorrência será, assim, enviado por e-mail aos envolvidos, o que diminuirá os transtornos e dará rapidez ao boletim sem que as pessoas percam tempo se deslocando até os órgãos. "Esse programa é o que pretendemos implantar já de acordo com as novas regras do Código de Trânsito Brasileiro", explica.

O objetivo, segundo Rauber, é implantar esse programa eletrônico o mais rápido possível, até porque de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, a partir de maio de 2022 todos os sistemas devem ser integrados.

O profissional destaca que atualmente a Fiscalização atende os acidentes de trânsito registrados em Santa Cruz, mas não dispõe de um banco de dados para efetuar o registro. "Com o novo sistema que queremos implantar, o objetivo é informatizar e dar mais agilidade a esse processo", complementa. 


Foto: Arquivo / Portal Arauto
Atualmente, a Fiscalização auxilia no atendimento do acidente, mas apenas a Brigada Militar faz o registro da ocorrência
Atualmente, a Fiscalização auxilia no atendimento do acidente, mas apenas a Brigada Militar faz o registro da ocorrência