Dedicação, talento e protagonismo: conheça a história de João Goerck da Bela Casa


Por: Portal Arauto
Publicado 29/05/2021 19:00
Atualizado 29/05/2021 19:54

Polícia   FEED DE NEGÓCIOS

Quem observa o legado construído por João Waldemar Goerck, proprietário da Bela Casa, não imagina que sua história começou de forma simples e humilde no interior de Santa Cruz do Sul. Em Linha Áustria, ao lado de nove irmãos, a família vivia da plantação de tabaco e também da produção de alimentos para consumo próprio. Seu primeiro trabalho, portanto, foi agricultor ao ajudar os pais nas lavouras. Porém, ao fazer 18 anos, prestou serviço militar e passou a trilhar seus próprios caminhos. Percussos que o levaram para o local onde se encontra atualmente: realizado e consolidado como empresário santa-cruzense. 

Na cidade, morou em pensão e frequentou as escolas Guilherme Rabuske, São Luís, Goiás e Ernesto Alves de Oliveira. Com o segundo grau completo, o restante de sua formação foi na vida. Seu primeiro emprego na cidade foi como vendedor e, por destino, já iniciou sua trajetória na carreira que o faria levantar grandes voos. No primeiro mês, sem experiência, foi difícil atuar em meio aos 30 colaboradores da empresa Zimmer Goettert. Porém, com determinação, bateu os recordes no segundo mês de atuação. Com o tempo, os clientes passaram a fazer fila para ser atendido por ele. 

Por se destacar, quando a loja Demac abriu em Santa Cruz do Sul, logo lhe chamaram para uma entrevista. A oferta - o dobro do que ele recebia - lhe fez mudar de emprego, sem sair do ramo dos materiais de construção. Lá, também foi crescendo. Em cinco anos, as experiências foram muitas, as metas alcançadas também e o seu conhecimento sobre o setor passou a ser compartilhado. Hoje, recorda com carinho de ter ensinado muito a vendedores que hoje são grandes empresários do ramo.

Com o passar dos anos, foi convidado para ser gerente e o tempo foi passando. Viu a Demac mudar de nome para Retoque, onde ficou 18 anos. Mas, quando chegou 2000 e muitos vendedores começaram a sair da loja, ele passou a perceber que talvez seu momento de transformação também havia chegado. Ele queria ter o próprio negócio. Convidou então os amigos Berti Metz e Alberto Bohnen para abrir uma empresa e o nome Bela Casa surgiu após sugestão do amigo Carlos Kopp, que é colaborador da casa. Foi assim que surgiu a empresa, que ficou três anos sob o comando do trio. 

Porém, mais tarde, Alberto saiu da sociedade e João e Berti convidaram Oli Schulz para a parceria. Depois de três anos, após terem construído uma filial em Linha Santa Cruz, Berti Metz ficou responsável pela unidade do berço da colonização alemã e João e Oli ficaram com a matriz na Rua Ernesto Alves, 607, no centro da cidade. Atualmente, após 21 anos de história, a Bela Casa conta com loja de materiais de construção, construtora, incorporadora, vidraçaria e loja de ferragem.

Fora da empresa, o protagonismo continua

Se na Bela Casa João Waldemar Goerck é conhecido pela dedicação, talento e protagonismo, nas entidades em Santa Cruz do Sul a história é bem semelhante. Engajado na vida em sociedade, o empresário participa da comissão da Oktoberfest há 30 anos. Além disso, ele é atuante junto à Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a qual presidiu de 2016 a 2018. Atualmente, como Diretor de Responsabilidade Social da entidade, faz campanha de agasalhos, alimentos e doações para asilos. "Sou um cara sentimental e me considero muito feliz. Por isso, quando lembro as dificuldades que passei com a pobreza, sinto o dever de ajudar quem precisa agora que eu tenho condições", conta. 

Aos 62 anos, o empresário é casado com Direnice Nelsi, pai de Greice Raquel e Maiara Letícia e uma netinha também está por chegar para completar a família. Além das suas meninas, ele ainda é apaixonado pelo que faz profissionalmente e também por seu time de coração: o Grêmio. E foi no futebol, inclusive, que muitas das suas lembranças foram originadas. Lá em Linha Áustria, onde tudo começou, ele sempre fez questão de apreciar o esporte, ao lado de bons amigos. 


Foto: Maiquel Thessing/Grupo Arauto de Comunicação
Empresário santa-cruzense começou a trajetória de forma simples no interior e hoje é referência no ramo
Empresário santa-cruzense começou a trajetória de forma simples no interior e hoje é referência no ramo

Foto: Arquivo Pessoal
Há 21 anos, na inauguração da empresa
Há 21 anos, na inauguração da empresa