Especial Dia da Indústria: A necessidade de se reinventar


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 25/05/2021 12:00

Geral   DIA DA INDÚSTRIA

A pandemia pegou todos de surpresa e poucas vezes a sociedade passou por problemas mundiais tão desafiadores na história recente. A Xalingo acredita que todo este cenário deixará grandes ensinamentos.
Para a empresa, aprendemos a valorizar mais os momentos, sejam eles com a família, com os colegas de trabalho, com os amigos, entre outros. Do ponto de vista da empresa, o contexto nos mostrou a necessidade de uma adaptação rápida, mas sem perder os valores que trouxeram a Xalingo até aqui. Diante dessa situação, o brinquedo tornou-se essencial, ele é a companhia, a alegria da criança e também “o professor”. Isso abriu muitas oportunidades de negócios.

No último ano, a empresa obteve crescimento acima de 20% em relação a 2019 e pretende manter o mesmo ritmo em 2021. Segundo o presidente do Grupo Xalingo, Rodrigo Ebert Harsteln, foi necessário ter capacidade de se reinventar rapidamente e de passar sem grandes danos pelas adversidades. “Vamos apresentar cerca de 200 lançamentos (itens nacionais e importados). Desta forma, queremos ampliar nossa fatia de mercado e chegar a todas as regiões do país. Em 2022, ano em que a Xalingo comemora 75 anos, estaremos com muitas novidades. Como o setor agrícola também está aquecido - especialmente pela safra recorde de grãos prevista para este ano – esperamos manter os resultados positivos desta divisão”, destaca Harsteln.

Desde 2020, a Xalingo acelerou a produção de brinquedos para dar conta da alta demanda. Mesmo com a pandemia, a operação não parou e seguiu em um ritmo constante. No último ano, a companhia contratou mais de 100 pessoas. Em um momento tão delicado, a Xalingo pretende auxiliar ainda mais a sociedade por meio da geração de empregos e renda.

 


Foto: Divulgação
Funcionários da empresa foram orientados a adotar medidas de segurança
Funcionários da empresa foram orientados a adotar medidas de segurança