Justiça nega pedido de exame de sanidade mental do autor do ataque a creche em SC


Por: Portal Arauto
Fonte: Diário Catarinense
Publicado 06/05/2021 15:19
Atualizado 06/05/2021 15:44

Polícia   POLÍCIA

O pedido de exame de sanidade mental do autor do ataque a creche em Santa Catarina foi negado pela Justiça. O pedido foi formalizado nesta quarta-feira (5) pela defesa, um dia após Fabiano Kiper Mai matar três bebês e duas professoras em Saudades, no oeste do estado vizinho.

Conforme a Justiça, a negativa ocorre por conta do estado de saúde do jovem de 18 anos, que foi submetido a uma cirurgia e está em coma induzido na UTI de um hospital em Chapecó. A defesa pretende aguardar a melhora do quadro para realizar outro pedido. A Polícia Civil também aguarda a recuperação do criminoso para realizar o interrogatório.

A prisão preventiva do indivíduo já foi solicitada pelo Ministério Público de Santa Catarina, o que garante que o autor siga preso durante a investigação dos fatos. Durante uma perícia realizada na casa do jovem, a polícia apreendeu um pen drive e dois computadores que serão analisados. Conforme o relato de familiares, o facão usado no crime teria sido comprado poucos dias antes do ataque.

Vítimas

O ataque matou Sarah Luiza Mahle Sehn, de um ano e sete meses, Anna Bela Fernandes de Barros, de um ano e oito meses, Murilo Massing, de um ano e nove meses, Mirla Amanda Renner Costa, de 20 anos, e Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos. Um bebê também atacado pelo criminoso passou por cirurgia e deixou a UTI na quarta. Ele foi socorrido por uma professora que mora ao lado da escola.

Leia mais: 

Homem invade escola e mata crianças em cidade de Santa Catarina

Identificado autor de ataque a escola que deixou crianças mortas em Santa Catarina

Velório coletivo marca despedida de vítimas de ataque a creche em Santa Catarina


Foto: Divulgação/CBMSC
O ataque ocorreu na terça-feira
O ataque ocorreu na terça-feira