Protetores de Santa Cruz tem a maior lotação de animais da história da ONG


Por: Portal Arauto
Publicado 29/04/2021 20:00

Geral   VAMOS AJUDAR?

Os Protetores de Santa Cruz do Sul organizam uma rifa online para arrecadar recursos em prol da entidade. Com 86 animais resgatados, a ONG está com a maior lotação da história. Por isso, a ação virtual busca reforçar as condições financeiras para permitir que as atividades continuem acontecendo. Para participar, os interessados devem entrar em contato com a página do Facebook ou pelo perfil do Instagram, solicitar a quantidade de números e escolher a forma de pagamento.

Sem ajuda financeira de governos, os protetores dependem diretamente das doações da comunidade, ainda mais em tempos de pandemia. Conforme o presidente e a vice-presidente da entidade, Luciano Bencke e Sabrina Vargas, esse tipo de ação é o que está ajudando a manter a ONG operante neste período. "As outras ações que nos mantinham eram as vendas em feiras de adoção, almoços e chás beneficentes, além de eventos comunitários, suspensos devido à pandemia da Covid-19", destacam. 

A ONG, que não possui canil, sobrevive com a ajuda dos lares temporários, que são pessoas que disponibilizam um espaço na sua casa para receber algum animal até que ele seja adotado. "Todo suporte para esse lar temporário é dado pela ONG, como ração, medicamentos, consultas veterinárias e outros insumos necessários. Eventualmente temos alguns animais em hospedagens, já que o número de lares é muito volátil, dependendo muito da disponibilidade das pessoas de poderem receber os animais em suas casas. Então, quando o número está reduzido, o animal vai para a hospedagem e isso aumenta a despesa mensal da nossa entidade", explicam. 

No total, são aproximadamente 50 voluntários que auxiliam de, alguma forma, na entidade. "Temos uma linha de frente composta por seis pessoas da diretoria que atuam de forma mais intensa e direta na parte operacional de resgates e suporte dos animais resgatados, mantendo tudo em ordem e fazendo com que a ONG esteja atuante os 365 dias do ano", dizem. Além do pedido de auxílio com doações, o grupo pede consciência na hora de adotar um cão ou gato. "Precisam saber que ao adotar vai estar trazendo para sua responsabilidade uma vida. Não é um brinquedo ou um objeto que se enjoa de uma hora para outra. Tem que ter ciência que até o fim da vida do animal você será a pessoa com quem ele irá contar para ganhar comida, água, um local limpo e seguro para dormir e ser o responsável por sua saúde", salientam. 

O alerta é ainda mais importante diante do momento que a ONG vem vivendo. "Estamos recebendo muitos pedidos de pessoas que adotaram animais e que não têm mais condições de mantê-los. Seja por dificuldade financeira, por mudança para apartamento ou imóvel onde prioritários não aceitam animais e mudança de cidade. São situações que se acumulam aos resgate de animais e deixam ainda mais pesado o nosso trabalho", lamentam.

Se quiser adotar - com responsabilidade - um animal ou tornar-se lar temporário, clique aqui e fale com os Protetores de Santa Cruz do Sul.


Foto: Divulgação
Com 86 animais resgatados, a ONG está com a maior lotação da história
Com 86 animais resgatados, a ONG está com a maior lotação da história