Polícia Civil de Santa Cruz busca implantar cartório especializado em crimes de maus-tratos e crueldade contra os animais


Por: Portal Arauto
Publicado 16/04/2021 17:00

Polícia   DELEGACIA AMIGA DOS ANIMAIS

A Polícia Civil de Santa Cruz terá o selo “Delegacia de Polícia Amiga dos Animais”. O projeto, lançado recentemente pela Chefe de Polícia, delegada Nadine Anflor, visa instituir cartórios especializados na investigação de crimes de maus-tratos e crueldade contra os animais. Inicialmente, o selo está estampado em 15 delegacias do interior, região metropolitana e capital, as primeiras a aderirem ao programa. 

A implantação da iniciativa em Santa Cruz foi confirmada à reportagem do Portal Arauto pela delegada Ana Luísa Aita Pippi, titular da 1ª DP e uma das incentivadoras da causa no município. Nesta sexta-feira (16), a delegada recebeu em mãos da vereador Bruna Molz (Republicanos) uma indicação, que foi aprovada pelo Legislativo, para adoção do cartório em Santa Cruz. 

O projeto surge para atender uma demanda antiga dentro da Instituição e vem a tona menos de meio ano depois da aprovação da lei que aumenta a punição para o crime de maus-tratos contra cães e gatos para 2 a 5 anos de reclusão, além de multa e a proibição da guarda do animal.

A legislação protege animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, incluindo cães e gatos, que, aliás, por serem os animais mais comuns em residências são as principais vítimas. Agredir fisicamente, deixar sem comida ou água, sem abrigo adequado ou não procurar um médico veterinário em caso de doença do animal configura maus-tratos.
 

 


Foto: Divulgação
Vereadora Burna Molz entregou indicação aprovada pelo Legislativo
Vereadora Burna Molz entregou indicação aprovada pelo Legislativo