Internações pela Covid-19 caem nos últimos dias, porém, trimestre bate recorde de mortes


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 03/04/2021 18:00
Atualizado 03/04/2021 18:46

Geral   DADOS DA PANDEMIA

Por volta de 20 de fevereiro, os hospitais do Estado começaram a dar sinal do agravamento da pandemia e, assim, passaram a operar com capacidade máxima ou superlotação dos leitos de UTI e clínicos destinados a pacientes com Covid-19. Também, em 22 de fevereiro, o Portal Arauto noticiou que pela primeira vez desde o início da pandemia, os Hospitais Ana Nery e Santa Cruz haviam atingido 100% de ocupação dos leitos de UTI Covid. No Ana Nery, a ocupação máxima ocorreu também nos leitos clínicos. Nas semanas seguintes, o que se viu foi um caos nas unidades de saúde da região e do Rio Grande do Sul, bem como a luta incansável dos profissionais de saúde para salvar vidas. 

Felizmente, há cerca de duas semanas o índice de internações tem apresentado redução. Em Vera Cruz, por exemplo, o maior número de internações pela Covid-19 no mês de março, junto ao Hospital Vera Cruz, foi registrado no dia 17, com 29 internados. Desde então, conforme boletins epidemiológicos, esse número vem reduzindo. No dia 23, a instituição de saúde contabilizou 24 hospitalizações, no dia 26, 18 internados, e finalizou o mês com 14 - uma redução de mais da metade das hospitalizações desde o dia 17. 

Redução deste índice também é percebida em Santa Cruz. Mesmo assim, a situação nos hospitais ainda preocupa. Em março, o município registrou o maior índice de hospitalizações - conforme dados divulgados pela Prefeitura - no dia 16, com 160 pacientes internados. Nos dias seguintes as internações tiveram pequena redução chegando, uma semana depois, no dia 23, a 147 pacientes. Já nesta quarta, 31 de março, o índice foi de 92.

Conforme a assessoria de comunicação do Hospital Santa Cruz (HSC) é percebida a redução no número de internações clínicas, já que no dia 19 de março registrou 54 hospitalizações nestes leitos, diminuindo para 37 em 31 de março. A assessoria afirma que a diminuição progressiva do número de pacientes em isolamento domiciliar no município, bem como o avanço da vacinação podem estar refletindo de forma positiva nas internações. Porém, alerta que nas UTIs esta redução ainda não refletiu, já que na unidade o tempo de internação é maior, bem como porque nas UTIs, o HSC recebe pacientes do Vale do Rio Pardo e de outras regiões do Estado. Dessa forma, a taxa de ocupação das UTIs segue acima de 100%. 

Contatado pela reportagem, o Ana Nery afirma que percebe a redução na ocupação de leitos, contudo, revela que segue operando com taxa de ocupação nos  leitos de UTI e clínicos destinados a pacientes Covid além da disponível.

ÓBITOS

Por outro lado, o índice de mortes pela Covid-19 registrado neste ano vem chocando a população. O Estado encerrou março com 7.344 óbitos causados pela doença, conforme informações da Secretaria Estadual da Saúde (SES). Das 19.736 mortes por coronavírus no Rio Grande do Sul desde o início da pandemia, 10.864 ocorreram no primeiro trimestre de 2021. 

SANTA CRUZ DO SUL

A realidade local não é diferente, já que na cidade de Santa Cruz do Sul, por exemplo, os primeiros meses de 2021 têm superado o número de mortes pela Covid-19 registradas em todo o ano de 2020. O município fechou março com 173 óbitos pela doença. Somente neste mês foram mais de 100 vítimas do coronavírus. Do total de óbitos registrados desde o início da pandemia na terra da Oktoberfest, até 31 de março de 2021 (173), mais de 130 ocorreram somente neste primeiro trimestre do ano.
Em relação ao índice de mortes pela Covid-19 no município divulgados nos boletins epidemiológicos diários é possível analisar, ainda, outro fator curioso. Já é notada uma redução na faixa etária das vítimas. Aqueles que não resistem à doença têm em sua maioria idade inferior a 70 anos - o que pode ser um efeito positivo da vacinação que avança no município. 

VERA CRUZ

Assim como a cidade vizinha, a Capital das Gincanas também apresenta maior índice de número de mortes pela Covid-19 nos três primeiros meses de 2021, se comparado a todo 2020. Em última atualização de dados divulgada pela Prefeitura, no ano passado foram contabilizados sete óbitos. Já conforme último boletim epidemiológico divulgado em março de 2021, Vera Cruz registrou 24 mortes, ou seja, quase 20 vítimas somente neste primeiro trimestre.

ALERTA NO FERIADÃO

Apesar da diminuição no número de internações nos últimos dias, a chegada do feriadão de Páscoa é motivo de apreensão. Isso porque as instituições de saúde, assim como os municípios, temem que o cenário apresentado após o feriado de Carnaval - que refletiu no aumento das hospitalizações - volte a se repetir. Dessa forma, as secretarias de Saúde alertam a população a manter os cuidados preventivos da Covid-19 e evitar as aglomerações nas comemorações de Páscoa buscando, assim, juntamente com o avanço da vacinação, frear o agravamento da pandemia.

 


Foto: divulgação
Mesmo com redução nas internações, índices da pandemia seguem preocupando
Mesmo com redução nas internações, índices da pandemia seguem preocupando

Arte: Jornal Arauto
Internações pela Covid-19 caem nos últimos dias,  porém, trimestre bate recorde de mortes