Com salas transformadas em monitores, professores ganham novos desafios


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 23/03/2021 11:00

Geral   EDUCAÇÃO

Toda a novidade nem sempre é bem recebida por, no entanto, por vezes, a novidade é imposta. É neste momento que as pessoas percebem que precisam evoluir. Os tempos tem sido de evolução constante, não só no dia-a-dia das pessoas, mas também nas rotinas de trabalho. Na educação não é diferente. Os professores, por mais que buscassem constantemente metodologias novas para se reinventar em sala de aula, jamais imaginariam que teriam um ano todo com aulas online.

Os alunos, em suas gerações - millennials, Z ou Alpha - cada vez mais nascem com os smartphones na palma das mãos. Como pensar a educação em um momento onde as salas de aula viraram computadores, com inúmeros recursos, e os professores precisam atrair aqueles que parecem dominar as máquinas mais do que eles e os próprios pais dos estudantes?

Pensando nisso, o Serviço Social do Comércio (SESC) do Rio Grande do Sul desenvolveu o Seminário SESC de Educação On-line que, neste ano, tem como tema os “Fazeres e Saberes Possíveis”. O objetivo do evento é promover espaços de aperfeiçoamento para docentes das redes municipais de ensino, fomentar o conhecimento de diferentes saberes e práticas pedagógicas, incentivar o estudo e a reflexão acerca do cotidiano escolar, além de promover uma ação educativa que contemple as diferentes realidades locais.

O SESC Santa Cruz, que representa a região, participa do evento. Porém, o seminário é uma criação coletiva. A gerente da entidade na Terra da Oktoberfest, Roberta Pereira, destaca que o trabalho é feito há algum tempo com os docentes. “Desde 2020 estávamos trabalhando com professores de forma híbrida, algumas horas presenciais e outras com o ensino a distância. Com o início da pandemia foi criado o seminário, totalmente online, que foi uma adaptação  e deu muito certo. Terças e quintas à noite as atividades são desenvolvidas por meio do Youtube. Cada prefeitura ganha o link e repassa para os professores, que estão inscritos”, explica.

Ao todo, 157 municípios do Rio Grande do Sul participam, o que representa cerca de 20 mil professores. “Esse é um formato que eu acho que veio pra ficar, mesmo depois, no futuro, quando pudermos voltar a ter o eventos presenciais. Sinto que os professores gostaram deste formato. Estamos recebendo muitos elogios. Conseguimos viabilizar a participação não só de diversos municípios, como também de importantes nomes da educação nacional, como Mário Sérgio Cortella, que fará o fechamento do evento”, frisa a gestora.

Roberta ainda conta que a pandemia não só representou a inovação na docência, como também possibilitou descobertas em outra áreas, além de causar a inquietude nas pessoas, o que traz também a busca por novas ideias. “A pandemia trouxe um novo normal, uma nova realidade. Não existe isso de voltar ao que era antes. O que é muito bom, nós estávamos muito acomodados de fazer algumas coisas no formato que fazíamos. A tendência é que o ensino híbrido permaneça e nós vamos nos adaptar a isso. A reinvenção é um processo de construção, não existe certo e errado. Existe o tentar e o inovar”, lembra.

O SESC, entidade que representa o interesse dos comerciários, promove todos os anos uma série de eventos, não só na área educacional, mas também na área de lazer e entretenimento. Roberta Pereira, apesar de ressaltar que as mudanças estão cada vez mais presentes na atual conjectura da sociedade, destaca que alguns formatos seguirão acontecendo, porém outros sofrerão grandes alterações. “É um aprendizado mútuo, ninguém estava muito focado no online. A maioria estava acostumada com as aulas presenciais. Além dos professores e alunos tem as famílias, é momento de reaprender. É muito bom podermos estar colaborando com os professores, com as prefeituras. Penso que nada substitui o contato físico, trabalhamos com eventos culturais também, queremos voltar a ter encontros com pessoas. Tudo foi diferente do que a gente estávamos imaginando”, destaca.

O Seminário SESC de Educação On-line tem encerramento previsto para a próxima quinta-feira (25), às 19h, com o filósofo e referência na educação brasileira, Mário Sérgio Cortella.


Foto: Caroline Moreira/Jornal Arauto
Docentes reinventam metodologias empregadas em aulas, que ganharam aspecto diferente com tecnologia na louza
Docentes reinventam metodologias empregadas em aulas, que ganharam aspecto diferente com tecnologia na louza