Arauto Saúde: como os métodos de anticoncepção são importantes para prevenir uma gravidez indesejada


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 20/02/2021 08:00
Atualizado 20/02/2021 10:31

Geral Arauto Saúde   PREVENÇÃO

Durante muitos anos, a medicina não possibilitou que mulheres tivessem a possibilidade de se previnir contra uma gravidez indesejada. No entanto, com os avanços na área da saúde, métodos foram criados para evitar que a gravidez ocorresse. Esses procedimentos ficaram conhecidos como contraceptivos e foram evoluindo com o passar dos anos. A médica ginecologista Denise Müller é a convidada desta semana do Arauto Saúde e detalha os processos que envolvem a manutenção dos cuidados em relação aos métodos anticoncepcionais existentes para que se evite uma gravidez não programada.

Segundo Denise, a anticoncepção é uma situação que muitas mulheres ainda retardam a procura, principalmente as adolescentes. Dessa forma, é fundamental que as mais jovens tenham conhecimento do ciclo menstrual, que segundo Denise, pode ser fundamental para que se tenha um controle maior sobre o corpo. “O ideal é que a menina, quando começar a menstruar, faça anotações, seja no calendário ou na agenda, pois é uma forma de ter uma percepção do andamento do ciclo, que nem sempre começa em um dia fixo, pois tem mês que menstrua um pouco antes e mês que menstrua um pouco depois. Então, no momento que se tem essas anotações, se consegue ter a percepção maior do período menstrual”, conta a ginecologista.

Denise ainda afirma que após a mulher começar a ter relações sexuais, é fundamental que ela tenha noção dos métodos para não engravidar. “Os métodos de longa duração, como os dispositivos intrauterinos, injetáveis e os implantes são hoje métodos possíveis e aconselháveis para adolescentes. São métodos que não exigem o cuidado diário, que não tem risco de esquecer. Eles vieram como uma opção bacana para as mais jovens”, ressalta a profissional.

A ginecologista finaliza ressaltando ser importante uma conversa entre o casal para que seja tomada uma decisão para engravidar ou evitar a gravidez. “Embora engravidar possa ser o que muita gente quer, o casal passa por situações que são complicadas e exigem paciência, pois muda todo o planejamento da família financeiramente, pessoalmente e socialmente. Assim, não é uma decisão de uma pessoa só, ela envolve o casal”, complementa Denise.


Foto: Shutterstock
Métodos contraceptivos já se tornaram comuns em todo o mundo
Métodos contraceptivos já se tornaram comuns em todo o mundo