Amazonas deve ser primeiro a vacinar toda a população


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 16/02/2021 13:15
Atualizado 16/02/2021 13:18

Geral   IMUNIZAÇÃO

O Amazonas deve ser o primeiro estado brasileiro a ter vacinação plena contra a Covid-19, informou nesta segunda-feira (15) o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em reunião com os 13 prefeitos da Região Metropolitana de Manaus. Eles começarão a vacinar, a partir de 22 de fevereiro, o público-alvo a partir de 50 anos de idade. A reunião foi realizada no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), onde funciona o comitê de crise instalado pelo Ministério da Saúde (MS) em Manaus. 

A aceleração do Plano Nacional de Imunização envolve uma força-tarefa com a participação do Governo Federal, por meio do MS e Ministério da Defesa, do Governo do Amazonas e das prefeituras municipais, além de outros parceiros que estão sendo agregados. A meta é vacinar, em 10 dias, todas as pessoas desse grupo, nos 13 municípios. Somente Manaus deverá vacinar 267 mil pessoas, de acordo com dados divulgados pela Prefeitura. “Os prefeitos são donos da vacinação e esse protagonismo não pode ser tirado deles. Mas, para fazer a aceleração, vamos envolver todos os meios possíveis do estado e do Governo Federal, com todo o apoio necessário”, afirmou o ministro.  

O ministro anunciou que a aceleração será possível porque até o dia 22 de fevereiro o Ministério da Saúde terá recebido dois lotes dos dois laboratórios que já estão produzindo vacinas, o Butantan (Coronavac/Sinovac) e a Fundação Osvaldo Cruz (AstraZêneca/Oxford). Logo no início de março, outros dois lotes serão entregues. Além das vacinas que são encaminhadas aos estados por partilha proporcional, o MS vai destinar os 5% do Fundo de Imunização para o Amazonas. 

Toda a operação da força-tarefa está sendo construída em conjunto pelas prefeituras, CICC e Forças Armadas. Na tarde desta segunda-feira, em momentos distintos, o ministro, o governador Wilson Lima e o prefeito de Manaus, David Almeida, estiveram reunidos com o comandante Militar da Amazônia, general Estevam Theophilo de Oliveira, para definir a operacionalização do plano. Marinha e Força Aérea Brasileira também deverão integrar a força-tarefa. 

Além dos postos já definidos pelas prefeituras para a vacinação, deverão também ser utilizados locais das zonas de votação eleitoral e o reforço de outros pontos que serão identificados e definidos durante o fechamento do plano. Todas as pessoas chamadas para atuar como voluntários deverão receber capacitação por parte da Prefeitura e atuarão como vacinadores e apoio.  

Os municípios que fazem parte da Região Metropolitana de Manaus são Itapiranga, Careiro da Várzea, Careiro Castanho, Autazes, Rio Preto da Eva, Silves, Presidente Figueiredo, Novo Airão, Manacapuru, Iranduba, Itacoatiara e Manaquiri. 


Foto: Caio Di Biasi/Divulgação/Ministério da Saúde
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, se reuniu com 13 prefeitos da Região metropolitana de Manaus
Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, se reuniu com 13 prefeitos da Região metropolitana de Manaus