Filho é preso como principal suspeito de incendiar casa e matar pais e irmã em Tunas


Por: Portal Arauto
Publicado 14/02/2021 15:00
Atualizado 15/02/2021 08:24

Polícia   RINCÃO DOS TOCOS

A Polícia Civil de Arroio do Tigre prendeu temporariamente o filho do casal que morreu carbonizado em um incêndio em residência na manhã da última sexta-feira (12), na localidade de Rincão dos Tocos, em Tunas. O jovem, de 23 anos, é apontado como o principal suspeito do crime - que também matou a irmã de 1 ano e 4 meses - e foi detido na manhã deste domingo (14), ao chegar no local do enterro.

Conforme a delegada Alessandra Xavier de Siqueira, durante a perícia, foram encontrados resíduos de diesel na casa, o que teria confirmado a hipótese de um incêndio criminoso. Após isso, testemunhas teriam visto o jovem em uma boate, exalando cheiro do óleo. Diante disso e dos relatos de familiares sobre a frieza do suspeito com a notícia da morte dos pais e da irmã, a polícia expediu mandado de prisão por 30 dias que, segundo a delegada, pode se converter em prisão preventiva.

Ainda, de acordo com Alessandra, em depoimento o jovem teria dito que, antes de atear fogo, teria efetuado um disparo de arma de fogo após uma discussão com o pai em legítima defesa. Já os corpos da mãe e da irmã, foram localizados no banheiro, que estava trancado. O suspeito foi encaminhado ao Presídio de Sobradinho.

 


Foto: Divulgação/Brigada Militar
Filho é preso como principal suspeito de incendiar casa e matar pais e irmã em Tunas