Operação que apura furto de 49 cabeças de gado cumpre mandados em Santa Cruz e Vale do Sol


Por: Portal Arauto
Publicado 11/02/2021 08:03
Atualizado 11/02/2021 08:38

Polícia   ABIGEATO

Uma operação desencadeada pela Polícia Civil, através da Delegacia Especializada no Combate a Crimes Rurais e Abigeato (Decrab) de Camaquã e com o apoio da 1ª DP de Santa Cruz do Sul, cumpre mandados em busca apurar o furto de 49 cabeças de gado ocorridos no mês de fevereiro do ano passado em Encruzilhada do Sul. Os mandados estão sendo cumpridos em Santa Cruz e Vale do Sol. 

De acordo a Polícia Civil, o caso estava a cargo da Delegacia de Encruzilhada do Sul até abril do ano passado e, no decorrer da investigação, foi identificada a movimentação suspeita de um homem - morador do município - que havia vendido 31 animais para um produtor santa-cruzense. Durante o cumprimento de mandado nesta quarta-feira (10), os policiais encontraram a propriedade do homem, na localidade de Arroio do Couto, que confirmou ter adquirido os animais com o suspeito. No entanto, segundo a polícia, a documentação foi fraudada pelo suspeito de forma a enganar o comprador de Santa Cruz.

Ainda, conforme a polícia, o santa-cruzense já havia revendido o gado para outros três produtores. Um deles, de Vale do Sol, onde há na manhã desta quinta (11), mais um cumprimento de mandado. O objetivo é buscar a comprovação de que 12 dessas cabeças que estão em Vale do Sol, foram as furtadas em Encruzilhada do Sul. "Tudo leva a crer que esse gado que está na propriedade em Vale do Sol é o que foi furtado. A raça é a mesma. Estamos levando também o dono para fazer o reconhecimento", destaca Márcio Campos, agente da Decrab.

Para a Polícia, tanto o produtor de Santa Cruz quanto o de Vale do Sol, não agiram de má fé e, portanto, não tem participação no crime. O suspeito de Encruzilhada do Sul já foi identificado e, agora, a Polícia Civil busca elementos para comprovar o crime de abigeato.