Modelo de Escola cívico-militar pode começar ainda este ano em Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 09/02/2021 19:30

Geral   SANTA CRUZ

O Programa Nacional das Escolas Cívico-Militares é uma iniciativa do Ministério da Educação, em parceria com o Ministério da Defesa, que apresenta um conceito de gestão nas áreas educacional, didático-pedagógica e administrativa com a participação do corpo docente da escola e apoio dos militares.

O novo modelo pode ser  implementado no Vale do Rio Pardo ainda em 2021. É o que confirmou o coordenador da 6ª Coordenadoria Regional de Educação (6ª CRE) com sede em Santa Cruz do Sul. Luiz Ricardo Pinho de Moura, ainda ressalta que a Escola Estadual de Ensino Médio Santa Cruz foi a única no âmbito da 6ª CRE a ser inscrita e selecionada para o Programa. “A Escola está em um processo final de envio de documentações para a efetiva implementação do modelo na região. Isso porque houve uma pré-seleção e, agora, para efetivar a implementação, estes documentos precisam ser enviados. A Escola Santa Cruz foi a única da 6ª CRE a se candidatar ao programa”, destaca.

Ainda segundo o coordenador, a expectativa é de que ainda neste ano a Escola comece a operar no novo modelo. “Estamos esperando que a implementação ocorra já no final do primeiro semestre, ou até no início do segundo, ali por agosto. Realizamos consultas com alunos, pais e professores, e agora depende da aprovação da documentação para o efetivo começo”, explica.

Ainda de acordo com o Luiz Ricardo, após a efetiva implementação do modelo na Escola será feita uma reestruturação para adequação do educandário ao modelo.

Outras seis escolas no Estado, nas cidades de Caxias do Sul, Alvorada, Alegrete, Bagé, Uruguaiana e Tramandaí, já estão credenciadas para o Programa. O credenciamento da Escola Estadual de Ensino Médio Santa Cruz foi confirmado pela assessoria da Secretaria de Educação do Rio Grande do Sul. Segundo a pasta, a implementação pode ocorrer ainda em 2021.

Reunião Especial

Foi aprovado na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul, por Alberto João Heck (PT), um requerimento solicitando uma reunião especial para a discussão da implementação do modelo de educação no Município.

Segundo o próprio vereador, é também papel do Poder Legislativo a discussão de temas ligado à educação e a população precisa entender do que se trata o programa. “Penso que o Legislativo tem o dever de tornar pública esta discussão, trazendo todas as partes envolvidas, para que a comunidade tenha clareza do significado desta iniciativa, da sua conveniência, dos critérios utilizados para a indicação da estrutura que vai sediá-la, conhecer sua finalidade e seu funcionamento, sua estrutura e o que a diferencia dos demais estabelecimentos de ensino”, argumentou o vereador.

A reunião, segundo a assessoria da Casa Legislativa, ainda não tem data para ocorrer.


Foto: Luiza Adorna/Portal Arauto
Educandário foi o único de abrangência da 6ª CRE a encaminhar proposta para receber novo modelo de ensino
Educandário foi o único de abrangência da 6ª CRE a encaminhar proposta para receber novo modelo de ensino