Mais de 60% dos trabalhadores da saúde já foram vacinados em Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Fonte: Assessoria de Imprensa
Publicado 08/02/2021 11:53
Atualizado 08/02/2021 11:57

COVID 19   PANDEMIA

A movimentação junto ao Centro Materno Infantil (Cemai) tem sido grande nos últimos dias. Desde que foi aberta a sala de vacinação exclusiva para trabalhadores da saúde, filas chegam a se formar do lado de fora em determinados horários, em busca da tão sonhada vacina. A Secretaria Municipal de Saúde informa que até o momento foram imunizados 62,97% dos trabalhadores de saúde, incluindo rede pública e privada.

Na manhã desta segunda-feira, dia 8, até por volta das 10 horas, cerca de 50 pessoas já haviam comparecido para receber a primeira dose. Dentre elas, estava  a farmacêutica Daniele Ceni Soares, 38 anos, proprietária de uma clínica de odontologia e estética no centro da cidade. Para ela o momento era de comemoração. “Estou me sentindo feliz hoje, aguardei muito por este momento. A gente se sente esperançosa, sente que a vida aos poucos vai poder voltar ao normal”, disse. 

Compartilhando do mesmo sentimento, a professora do curso de Nutrição da Unisc Bianca Inês Etges, 50 anos, era só alegria, minutos antes de ser imunizada. “A vacina traz esperança, por tudo que a gente viveu até aqui neste último ano, por todo o medo que a gente sentiu. Tenho meus filhos, minha mãe tem 90 anos e nesse ano que passou tive muito pouco contato com eles. Eu estou muito contente hoje”, revelou.

Para receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, os profissionais de saúde devem se dirigir ao Cemai, de segunda a sexta-feira, das 8h ao meio dia e das 13h às 17h. O acesso é pelo portão lateral, na Travessa Vereador Walter Kern, ao lado do Cisvale. É imprescindível a apresentação de carteira de trabalho, contrato de serviço ou contracheque para comprovar vínculo empregatício. Sem essa comprovação, a pessoa não receberá a dose. Também é fundamental levar consigo a carteira de vacinação e um documento com CPF. 

Além dos profissionais que atuam em estabelecimentos privados, como consultórios, laboratórios e farmácias, os demais, integrantes dos primeiros grupos que, por uma ou outra razão, ainda não tomaram a sua dose, poderão fazê-lo a qualquer momento da campanha. Para esses, o local também é a sala de vacinação do Cemai. 

A Sesa aguarda ainda para esta semana, o repasse de novas doses de vacina contra a Covid-19, bem como instruções da 13ª CRS quanto a utilização das mesmas.


Foto: Fábio Silva
Para receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, os profissionais de saúde devem se dirigir ao Cemai
Para receber a primeira dose da vacina contra a Covid-19, os profissionais de saúde devem se dirigir ao Cemai