Há sete anos na estrada, ciclista já passou por 22 estados e pelo DF


Por: Portal Arauto
Publicado 13/01/2021 09:39
Atualizado 13/01/2021 10:24

Geral   MISSÃO DE VIDA

São sete anos e meio de vida na estrada. O ciclista Gilmar Edson de Azevedo saiu em 2013 de Ijuí, cidade natal, com o propósito de levar a palavra de Deus pelo Brasil. Sua missão, que foi interrompida somente por seis meses no início da pandemia da Covid-19, segue firme no propósito de incentivar tanto a prática de exercício físico quanto a importância de transmitir o amor por onde passa. Em sua chegada em Santa Cruz do Sul nesta quarta-feira (13), o aventureiro relembrou momentos importantes da sua trajetória, que já passou por 22 estados e pelo DF. 

Tudo começou quando a vida estava difícil. Problemas de saúde - ocasionados pelo trabalho na fazenda por 15 anos e pelas funções de pintor e pedreiro - o desanimaram e também afetaram seu psicológico. Quando passou a desejar que a dor desaparecesse, ouviu a voz de Deus: "Pega o que tu tens e saia". Sua cura é considerada por ele um milagre. Por isso, ao se sentir bem, saiu de Ijuí em um projeto de vida ousado. Com um kit de camping na bicicleta, pernoita pelos postos de combustíveis e conta com a ajuda da comunidade para somente parar quando ouvir novamente a voz de Deus. 

Quem quiser ajudar, pode encontrá-lo até esta quinta-feira no posto de combustível Shell da Rua Senador Pinheiro Machado. Como foi roubado em sua passagem por Porto Alegre, perdeu muitos itens importantes para o seu dia a dia. Sem celular e apenas com a vontade de continuar, ele ressalta que qualquer ajuda - mesmo poucas moedas - é muito bem-vinda. De Santa Cruz do Sul, Azevedo seguirá para Santa Maria e a intenção, se possível, é chegar no Uruguai. "Já precisei me proteger da chuva embaixo da ponte, em entradas de fazendas, mas enquanto Deus quiser, eu não vou parar. Quero seguir por aí, dando injeção de ânimo nas pessoas e transmitindo o amor que Deus pediu para eu passar", diz.


Foto: Luiza Adorna/Portal Arauto
Gilmar Edson de Azevedo, de 60 anos, fica até esta quinta-feira em Santa Cruz do Sul
Gilmar Edson de Azevedo, de 60 anos, fica até esta quinta-feira em Santa Cruz do Sul