Região teve 66 estufas queimadas em 2020


Por: Portal Arauto
Publicado 14/01/2021 08:00

Geral   FOGO

Ocorrências relacionadas a queimas de estufa de fumo têm mobilizado com mais frequência nos últimos meses os bombeiros de Santa Cruz e região. O número de incêndios em estufa, comuns entre o fim e início do ano, também teve um aumento nos municípios de Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires em 2020 se comparado a 2019. 

Conforme informações repassadas pelo 6º Batalhão de Bombeiros Militar, Vera Cruz, Venâncio Aires, Rio Pardo e Santa Cruz juntos registraram 66 ocorrências de incêndios em estufas de fumo em 2020, contra 52 em 2019, 38 no ano de 2018 e 44 em 2017. Apenas neste ano de 2021 foram oito incêndios desse tipo nos municípios mencionados. Já em Candelária, onde atende o Corpo de Bombeiros Voluntários, apenas neste ano foram registradas duas ocorrências de incêndio em estufa. Nesta safra - que corresponde ao período de setembro do ano passado a março deste ano - foram 16 queimas em estufa. Já na safra anterior foram 29 registros desse tipo. 

De todas essas cidades, Santa Cruz do Sul foi a que mais registrou de 1º de janeiro até o momento ocorrências de incêndio em estufa. Neste ano foram quatro registros, enquanto em 2020 foram 21 e 2019 foram sete. Em Rio Pardo, neste ano os bombeiros atenderam um incêndio em estufa, enquanto em 2020 foram nove e 2019 foram 11. Já em Venâncio Aires foi registrada uma ocorrência desse tipo. Em 2020 foram 21 incêndios na Capital Nacional do Chimarrão e em 2019 18 ocorrências. Em Vera Cruz, foram atendidos pelos bombeiros neste ano um incêndio em estufa, em 2020 foram 15 e 2019 o total foi de 16.

ORIENTAÇÕES

Com o objetivo de prevenir as ocorrências de incêndios em estufa de fumo, o Corpo de Bombeiros Militar orienta que os proprietários tomem algumas medidas preventivas, como:

  • Manter o controle constante da temperatura da fornalha, com vigilância permanente no local e sem apressar o processo de secagem;
  • Realizar periodicamente a limpeza e manutenção dos dutos e do interior da estufa, pois o acúmulo de resíduos pode provocar um processo de autoignição no seu interior;
  • Providenciar instalações elétricas independentes para a estufa, evitando um superaquecimento da fiação;
  • Revisar as instalações elétricas do local;
  • Manter a ventilação forçada da estufa em boas condições;
  • Sempre que possível, construir a estufa a uma distância mínima de cinco metros de outras edificações (residência, galpão, garagem de maquinário) para evitar a propagação das chamas;
  • Em caso de incêndio, fechar todas as entradas de ar do local para diminuir a oferta de oxigênio. 

Foto: Willian de Oliveira - Guia Venâncio/ Arquivo
Número de incêndios registrados nos municípios de Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires aumentou em 2020 se comparado a 2019
Número de incêndios registrados nos municípios de Santa Cruz do Sul e Venâncio Aires aumentou em 2020 se comparado a 2019