Terrenos baldios motivam mais de 150 notificações em Vera Cruz


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 12/01/2021 11:00

Geral   POR FALTA DE ROÇADAS

Com o calor intenso e a incidência de chuvas crescem as reclamações de quem mora nas proximidades de terrenos baldios devido à vegetação desenvolvida que ocasiona o aparecimento de insetos e pequenos animais. Consequentemente, junto às Prefeituras aumenta o número de notificações e solicitações de limpeza de terrenos sem construção, principalmente entre o período de novembro a março. De acordo com o Setor de Fiscalizações da Prefeitura de Vera Cruz desde novembro do ano passado já são contabilizadas mais de 150 notificações neste sentido. “Em razão do custo da roçada, percebemos que muitas vezes os proprietários dos terrenos só providenciam a limpeza quando recebem a notificação, quando na verdade, essa manutenção deveria ser feita pelo menos três vezes ao ano, ou conforme necessidade”, salienta a fiscal de obras e posturas, Adriana Gava Teixeira de Vargas. 

De acordo com o secretário de Obras, Saneamento e Trânsito, Samuel Oliveira, a principal preocupação que leva às denúncias é com o crescimento de pragas e ervas daninhas que favorece o aparecimento de ratos, cobras e aranhas. As denúncias podem ser realizadas presencialmente na Prefeitura ou através dos canais de comunicação, como o telefone (51) 3718-1222 e o WhatsApp (51) 99851-0387. 

Além das denúncias, o Setor de Fiscalização vistoria com frequência bairros e loteamentos e identifica terrenos nessa situação. “Assim que notificado, o proprietário do terreno tem 30 dias para providenciar a limpeza e a roçada. Se quando retornarmos para conferir ele não tiver realizado a limpeza fica sujeito à multa”, explica Adriana. 

PESO NO BOLSO

Até o ano passado, o valor da multa era de R$ 119,85, mais a taxa de limpeza, de R$ 322,65. Neste ano, esse valor deve ser reajustado pelo IPCA, índice aprovado pela Câmara  dos Vereadores para reajuste dos impostos municipais, cuja projeção é de 4,37%. Os valores serão cobrados na guia do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Porém, de acordo com Oliveira, caso o proprietário não providencie a roçada, a equipe de Limpeza Urbana do Município precisa entrar em ação e acaba deixando de atender outras necessidades. “Pedimos a colaboração da população para manter as áreas limpas e, consequentemente, a cidade mais bonita”, propõe.


Foto: Jornal Arauto / Taliana Hickmann
Loteamentos estão entre os locais fiscalizados com frequência no município
Loteamentos estão entre os locais fiscalizados com frequência no município