"Nossa Vigilância será educativa e não punitiva", diz Helena Hermany sobre ações na pandemia


Por: Portal Arauto
Publicado 31/12/2020 08:00
Atualizado 31/12/2020 08:49

COVID 19   SAÚDE

O Departamento de Vigilância e Ações em Saúde de Santa Cruz do Sul terá o foco de trabalho na prevenção. Esse pelo menos é o objetivo da prefeita eleita Helena Hermany, que anunciou na tarde desta quarta-feira (30) o médico Luciano Duro como coordenador da pasta. De acordo com a chefe do Executivo pelos próximos quatro anos, a fiscalização por parte do município terá um caráter de orientação. "Precisamos criar regras claras, definidas e esclarecidas para a população. Nossa Vigilância será educativa. Primeiro fazer um trabalho de conscientização, orientação e educação", diz.

Por isso, segundo Helena, o anúncio nesta quarta-feira sobre a coordenação dos departamentos. "Nós estamos muito preocupados com essa situação e por isso fizemos questão de divulgar o novo coordenador da Vigilância, pois sabemos que a comunidade está aflita e preocupada. Existem muitos desentendimentos do assunto. E claro, se as orientações não forem seguidas e for necessário tomar alguma atitude mais drástica, com certeza vamos fazer também. Nós não podemos permitir um descontrole, mas também não podemos penalizar nossos pequenos empresários, que já estão sofrendo muito nessa pandemia. Então, a nossa intenção é orientar, deixar bem claras as regras", antecipa. 

Durante o anúncio de Luciano Duro como coordenador, o médico destacou que irá utilizar dos seus conhecimentos técnicos para realizar um bom trabalho. "Queremos manter o que dá certo, mas propor alternativas para o que não está acontecendo da melhor maneira. É importante que a comunidade tenha informação e retornos. Eu quero trabalhar em prol do melhor funcionamento do setor. Nossa principal proposta será deixar as regras muito claras e que possam ser cumpridas a partir da educação, sem a questão punitiva como a principal", comenta. 


Foto: Luiz Fernando Bertuol/Secom/ Divulgação
"Nossa Vigilância será educativa e não punitiva", diz Helena Hermany sobre ações na pandemia