Ano de crise? Ano de oportunidade


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 25/12/2020 16:50
Atualizado 25/12/2020 16:58

Geral   INVESTIMENTOS

Se é verdade aquele ditado que diz que após a tempestade vem o arco-íris, há quem saiba treinar o olhar para ver o lado positivo das coisas, mesmo quando os desafios parecem insustentáveis. O ano de 2020 tem sido o mais desafiador para o empresário catarinense Gilberto Eidt, o Betinho, que escolheu Santa Cruz para viver. Depois da experiência como representante comercial, Betinho se tornou empreendedor, e administra a loja Oba Oba em Sinimbu, o Ponto Alternativo, além da Delize Doces e Presentes e, recentemente, o Supermercado Delize.

Pois é justamente o mais recente empreendimento que revelou como é possível se reinventar em tempos de crise. Com a pandemia decretada em março, Betinho se deparou com uma Páscoa bem menos doce do que estava acostumado, em seu ramo referência em chocolates. Conseguiu reabrir suas lojas Delize poucos dias antes da celebração cristã e, com isso, amargou prejuízos. Enquanto o Natal é a época de ouro para a maioria dos lojistas, no caso dele, a “safra” é na Páscoa, quando costumava triplicar suas vendas. Pois neste ano, calcula que comercializou apenas 10% do que era acostumado. “Achei que ia quebrar”, resume o empresário, revelando que teve demissões em seus estabelecimentos.

Só que Betinho não ficou de braços cruzados durante os 30 dias em que esteve tudo fechado. Decidiu que algo deveria fazer, virar o jogo. Foi então que em menos de 30 dias - desde que transformou o CNPJ da empresa  - os planos deram certo. Em 12 de junho, Dia dos Namorados, nasceu o Supermercado Delize, resultado da transformação de uma das lojas de doces e presentes. Na dúvida se deu certo, basta saber que em 2021, mais um mercado será aberto em Santa Cruz.

O empresário tem larga experiência em vendas, mas não tinha nenhuma com verduras, feijão, arroz, itens de limpeza, açougue, e por aí vai. Então, se perguntarem: por que um supermercado? Porque em caso de se prolongar uma pandemia - ou surgir algo do gênero - uma certeza Betinho tem: mercado é um negócio de garantia que não vai fechar, pois comer todos precisam. Com isso, ele, que jamais se imaginou no ramo, tendo que abrir aos finais de semana, se reinventou e prospecta chegar a cerca de 50 funcionários em todos os seus negócios, a partir do ano que vem.

A mudança trouxe medo?

Não para ele, que se define como um empresário corajoso e peitudo. Betinho, que já foi seminarista, é um homem de fé. Para quem já atuou no Exército, descobriu que gostava mesmo era de lidar com comércio e vendas e se tornou representante comercial antes de virar dono dos próprios negócios. Inovar, desafiar-se e trabalhar para que os planos deem certo estão no seu DNA. “Tudo que eu aposto, eu acredito”, frisa ele, que não se mostra alguém disposto a aventuras, mas nem por isso deixa de ser um sonhador. E se tanta gente tem lamentado o 2020, classificando-o como um ano de crise, para Gilberto Eidt, que prefere ver com otimismo tudo que o cerca, esse tem sido um ciclo de oportunidades e conquistas, apesar das dificuldades que foram enfrentadas.

Feliz por ter conhecido o amor de sua vida, Betinho mostra que as conquistas pessoais refletem no sucesso dos negócios e permitem dizer que este Natal vai ter gostinho de vitória.

Vitória sobre a crise, vitória sobre os obstáculos, vitória sobre as incertezas, sobre a adaptação ao que é novo, sobre os desafios.

Se em outros anos, o sabor do Natal era recheado de chocolate, desta vez, para Betinho, vem com gosto de ceia completa, do aperitivo ao peru, e com direito às bebidas para brindar. Afinal, para quem tem supermercado à disposição de todos os clientes, mesa farta e completa para celebrar não pode faltar. E é assim que 2020 se encerra para dar início a um novo ciclo, de muito trabalho, sim, mas se depender do empreendedor, de muitas vitórias. Lentilha para a simpatia da virada não deve faltar.


Foto: Carolina Almeida / Jornal Arauto
Ano de 2020 tem sido o mais desafiador para o empresário catarinense Gilberto Eidt, o Betinho, que escolheu Santa Cruz para viver
Ano de 2020 tem sido o mais desafiador para o empresário catarinense Gilberto Eidt, o Betinho, que escolheu Santa Cruz para viver