Julho: o começo da cogestão, a chuvarada e o anúncio do maior prédio de Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Publicado 30/12/2020 07:21
Atualizado 30/12/2020 11:17

Geral   RETROSPECTIVA

O sétimo mês do ano trouxe já nas primeiras semanas o período de chuvas, que inclusive bloqueou rodovias na região. Em Vera Cruz, os réus do Caso Gucho foram condenados a 44 anos de prisão. A Polícia Civil desmantelava uma quadrilha que aplicava golpes no Vale do Rio Pardo. Em isolamento, na área residencial do Palácio do Piratini, o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite anunciava que havia testado positivo para coronavírus.

Em meio as incertezas do mercado econômico em meio à pandemia, o Banco Central anuncia o lançamento da nota de R$ 200, que estamparia o lobo-guará. Já a Petrobrás anunciava a nova gasolina, que sairia das refinarias com maior pureza, cumprindo novas normas da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP). Ainda na área econômica, a gigante do mercado de tabaco Souza Cruz, passava a se chamar BAT Brasil e os prefeitos teriam mais autonomia para as decisões do modelo de Distanciamento Controlado, no sistema de cogestão anunciado pelo Piratini. O mês também marcou o anúncio do prédio de mais de 25 andares, o maior ainda a ser construído em Santa Cruz.

Confira as matérias mais lidas no Portal Arauto em julho:

  1. Para Vanessa, motorista de caminhão, aprendizado na estrada é diário
  2. Morre jovem vítima de acidente na ERS-409
  3. Três homens são executados a tiros em Vale Verde
  4. Com 25 andares, supermercado e 156 apartamentos. Conheça detalhes do futuro prédio mais alto de Santa Cruz
  5. De -1°C a 30°C: confira como será o clima na semana que inicia

Foto: Arquivo/Portal Arauto
Confira o que foi notícia no sétimo mês de 2020
Confira o que foi notícia no sétimo mês de 2020