Feed de Negócios

Com amplo cardápio de lanches, Badauê Bar terá um quintal até dezembro no Arroio Grande


Por: Portal Arauto
Publicado 20/11/2020 18:50
Atualizado 21/11/2020 08:50

Feed de Negócios   FEED DE NEGÓCIOS

A vontade de inovar e de trazer algo diferente para Santa Cruz do Sul motivou a abertura do Badauê Bar no centro. Desde 2010 localizado na Avenida Imigrante, o empreendimento neste ano conta com novidades e, entre elas, a abertura de uma filial que aconteceu em agosto, na Avenida Euclides Kliemann, no Bairro Arroio Grande. 

Conforme o proprietário, Robson Ebert, o Badauê Bar do Arroio Grande receberá novos investimentos ainda neste ano. Até dezembro, a intenção é aproveitar ainda mais o espaço externo e apostar no Quintal do Badauê. Quem vê atualmente o bar sendo tradicional ponto de muitos santa-cruzenses, não imagina a caminhada de muito esforço, dedicação e luta que foi necessária no início. Ebert recorda que a proposta inicial, em 2010, sempre foi trazer algo novo para a cidade, justamente porque não havia nenhum estabelecimento na época, na área da alimentação com atendimento 24h. Com o apoio do ex-sócio, foi aberto o primeiro espaço no centro. "Nós brincamos que abrimos um bar sem chave na porta, porque a porta nunca se fechava lá na Avenida do Imigrante", comenta sorrindo.

Através de muito relacionamento com os clientes e do diferencial nos produtos, o empreendimento foi fazendo sucesso entre os santa-cruzenses e até pessoas de fora. Em agosto deste ano, mesmo diante da pandemia, entendeu ser a hora de investir no Bairro Arroio Grande. "Eu sempre vi o local com um grande potencial e o sucesso de uma empresa depende muito da vontade da pessoa transformar o espaço", destaca. 

Investimentos

A ativação de um novo espaço em meio à pandemia gerou um misto de emoções. "Estávamos muito confiantes com a abertura, mas eu tinha o pé atrás, porque tinha 50% de chance de dar certo e 50% de chance de dar errado", complementa. Mas não é que deu tudo certo? Tanto que o Quintal do Badauê ficou para os planos ainda deste ano. O objetivo é investir em música ao vivo e fazer o espaço ser agradável e aconchegante para todos. O cardápio na nova estrutura, segundo Robson, é o mesmo da unidade na Avenida Imigrante e o carro-chefe continua sendo o famoso X-Calota. 

A vontade de crescer segue nos sonhos de Robson que tem a intenção de ampliar o número de estabelecimentos também para outras cidades. Respirando e vivendo diariamente a rotina do empreendimento, o Badauê representa para ele realização. Sobre o nome, ele explica que foi pensado com muito carinho. Badauê Bar é uma palavra de origem indígena que tem como significado lugar aconchegante, alegre e que envolve festa.

Feliz com o caminho que está seguindo, Robson olha para trás com orgulho de toda a luta e dedicação que teve no começo, fazendo com que ele tivesse que se multiplicar, muitas vezes, atendendo tanto no caixa como também auxiliando na cozinha. Ele carrega consigo o orgulho de tudo o que já passou, mas projeta em um futuro não muito distante mais investimentos, recheados de crescimento pessoal e profissional.