Temporada deve ser movimentada no litoral


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 14/11/2020 20:00
Atualizado 15/11/2020 07:13

Geral   LITORAL

A ida para as praias  é algo recorrente para aqueles que buscam lazer e descanso nas suas férias. Mas em um ano atípico e cheio de dúvidas como 2020, como será que as praias estão se organizando para receber seus visitantes?

 As consequências da pandemia para alguns setores, ainda impedirão por meses uma retomada na economia. No entanto, para o turismo e a hotelaria, a chegada da temporada de verão promete reacender a perspectiva de dias melhores para proprietários de pousadas e hotéis no litoral norte.  

Segundo a presidente do Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes do Litoral Norte do Rio Grande do Sul, Ivone Ferraz, a procura por reservas para a próxima temporada já está se mostrando intensa, ao ponto de já estar ocorrendo filas de espera em hotéis e pousadas do litoral gaúcho. Em relação aos anos anteriores, a procura por hospedagens, nesse ano, têm surpreendido pela antecipação dos veranistas na busca pelas reservas. Finais de semana e feriados tiveram a ocupação de 100% da rede de hotelaria nas últimas semanas, tendo os feriados de outubro e novembro atraído cerca de 1 milhão de visitantes para as praias do litoral norte.

SEGURANÇA E SAÚDE

Os municípios litorâneos têm se organizado em reuniões com os responsáveis pelos hotéis e pousadas para alinharem todas as medidas de prevenção necessárias para garantir a segurança dos visitantes. Vale ressaltar que, com as medidas divulgadas pelo Estado, a ocupação dos hotéis e pousadas deve ser de 60% da capacidade total. Dentre as medidas realizadas estão a higienização geral dos ambientes ocupados pelos turistas, a utilização de álcool em gel e a medição de temperatura na entrada dos hotéis e pousadas. Conforme Ivone, a perspectiva para a temporada é muito positiva, mesmo com todas as restrições impostas. “O turismo é o primeiro a se abalar nas crises, mas em compensação, também é o primeiro a se reerguer”, comemora. 

ANTECIPAÇÃO

Para os visitantes que desejam passar férias no litoral norte gaúcho, Ivone solicita que se organizem para terem uma viagem tranquila sem preocupações.”Antecipem o seu planejamento e liguem para agendarem as suas reservas e aproveitarem os seus momentos de lazer na praia”, afirma a presidente sindical. 

A utilização das praias no litoral norte gaúcho deve ser feita de acordo com os protocolos de segurança divulgados pelo Governo do Estado.

IMOBILIÁRIAS

Será que as imobiliárias também sentem a retomada dos negócios? Muito utilizadas para a locação de apartamentos e casas no verão, as imobiliárias têm papel fundamental para garantir segurança e comodidade aos processos de aluguel, com a função de intermediar a relação e garantir os direitos e deveres de inquilinos e proprietários.

No Litoral Gaúcho, as imobiliárias já estão sendo procuradas para locações de fim de ano e temporada regular de verão. Segundo Roberto Carvalho, corretor da Imobiliária Capão da Canoa, a demanda tem sido muito alta e a expectativa para os próximos meses é muito positiva. “Eu estou impressionado, já trabalho há 15 anos como corretor de imóveis e nunca tinha visto um número tão grande de pessoas como no último feriado de Finados”, afirma, surpreso. Ainda, conforme o corretor, a projeção para a temporada 2020/21 é de que se tenha 20% a mais de veranistas na praia de Capão da Canoa, mesmo com as incertezas causadas pela pandemia do novo coronavírus. 

Para quem for passar o verão fora do estado, os cuidados devem ser redobrados

Não é apenas no litoral gaúcho que a procura por reservas têm se intensificado. As praias nordestinas e catarinenses também estão sendo muito pretendidas por aqueles que buscam descanso e lazer na região. Segundo a proprietária e agente de viagens da Proa Viagens, de Vera Cruz, Ana Leticia Dei Svaldi, a demanda por viagens teve um aumento gradual a partir de agosto. Dentre os destinos mais procurados, estão as  cidades litorâneas de Porto de Galinhas e Maceió, ambas localizadas no nordeste brasileiro, em Pernambuco e Alagoas, respectivamente. Conforme, Ana Leticia, os protocolos de segurança se diferem entre os Estados, o que faz com que a agência de viagens tenha que auxiliar na explicação dos protocolos para cada cliente.

Segundo a proprietária, a expectativa para o verão é alta, pois, com a interrupção das viagens no mês de março, a retomada das atividades começou nos meses de outubro e novembro, motivada pela chegada do verão brasileiro. “Estamos com uma expectativa muita boa com a chegada do verão, pois as pessoas ficaram muito tempo dentro de casa. Agora, elas estão prezando por viajar mais”, afirma.
Em Santa Catarina, o proprietário do Residencial Marilis, Marival Coan, projeta uma boa participação dos turistas nesse verão. Conforme o proprietário, os gaúchos são os principais clientes, sendo os visitantes de Santa Cruz do Sul os mais frequentes da região. A utilização das praias catarinenses está condicionada ao cumprimento de protocolos estabelecidos pelo Governo do Estado. No residencial, os cuidados com a higiene do ambiente estão sendo ainda maiores para esse verão.

Segundo Coan, as medidas de segurança têm sido respeitadas de forma rigorosa, para garantir ao cliente segurança e tranquilidade para passar o verão no empreendimento.”A adaptação tem sido muito difícil, pois  é muito exigente para nós. Queremos garantir conforto e segurança para os nossos clientes. Esperamos que a vacina chegue logo”, conta.


Foto: Arquivo Pessoal
Chegada do verão deve aumentar a presença nas praias
Chegada do verão deve aumentar a presença nas praias