MP denuncia por homicídio acusada de aplicar silicone industrial e causar morte de jovem em Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Fonte: Ministério Público e Portal Arauto
Publicado 11/11/2020 17:19
Atualizado 11/11/2020 17:39

Polícia   POLÍCIA

O Ministério Público denunciou uma pessoa de 36 anos por homicídio simples decorrente de aplicação de silicone industrial que culminou na morte de uma jovem de 20 anos em Santa Cruz do Sul. Melani Daniele de Aguiar Mayer morreu no dia 31 de agosto, quatro dias depois de realizar procedimento estético nas nádegas e no quadril. Para o promotor de Justiça Flávio Eduardo de Lima Passos, a denunciada assumiu o risco de matar a ofendida ao realizar o procedimento que produziu as lesões. O laudo pericial aponta morte por síndrome séptica secundária a injeção de silicone industrial.

O promotor detalha que a demandada, residente em Caxias do Sul, foi até a casa da vítima, em Santa Cruz do Sul, no dia 27 de agosto. Na denúncia, Passos descreve que, de forma clandestina e em local impróprio, a acusada passou a injetar silicone industrial no corpo da jovem. Passadas algumas horas, a vítima começou a sentir-se mal, tendo sido socorrida e encaminhada para o Hospital Santa Cruz, onde ficou internada até o dia de sua morte.

Leia mais: Morte de jovem faz Polícia de Santa Cruz descobrir mercado clandestino de aplicação de silicone industrial


Foto: Divulgação
Melani tinha 20 anos
Melani tinha 20 anos