Santa Cruz terá Centro de Bem Estar Animal com capacidade para abrigar 250 cães e gatos


Por: Portal Arauto
Publicado 08/11/2020 09:00
Atualizado 08/11/2020 10:23

Geral   CAUSA ANIMAL

Com capacidade para abrigar 200 cães e 45 gatos, o Centro de Bem Estar Animal será erguido em Linha Santa Cruz, junto à área da Granja Municipal. O Centro encontra-se na fase de finalização e revisão de projeto civil e arquitetônico. Também estão sendo providenciados procedimentos necessários junto aos setores e órgãos competentes para que, em seguida, seja montado o edital para um processo licitatório.

O investimento, de R$ 1,7 milhão, irá ocupar uma área total de 8.435 m² e uma área construída de 1.114 m². No entanto, o local também dispõe de uma área para ampliação e expansão no atendimento de animais de outras espécies, como equinos e animais silvestres, em um planejamento de médio prazo.

Segundo a secretária do Meio Ambiente, Saneamento e Sustentabilidade de Santa Cruz, Juliana de Souza Porn, o Centro - após transcorridos os prazos do processo licitatório e assinatura do termo de início da obra - tem previsão de conclusão em até dez meses.

Planejamento

Em um primeiro momento, no local serão albergados caninos e felinos, em situação de vulnerabilidade, vítimas de maus-tratos e/ou de abandono. Eles serão  recuperados, tratados e preparados para futuras adoções responsáveis. Ainda conforme a secretária, em um segundo momento, em um projeto de médio prazo, o objetivo é ampliar o atendimento para equinos também em situação de maus-tratos e/ou abandono. A intenção é ainda realizar o apoio, tratamento e recuperação de animais silvestres machucados para posterior soltura em seus habitats.

Para a secretária, o Centro de Bem Estar Animal virá com o intuito de propiciar o apoio necessário à causa animal: "Será um local de passagem para o recebimento, tratamento, recuperação de animais impostos a situações de abandono, maus-tratos e vulnerabilidade. O pensamento primordial neste caso é a vida do animal, um “ser não humano”, mas que possui senciência, dignidade e merece respeito. Com este pensamento e filosofia, o Centro de Bem Estar Animal primará para a disponibilização dos animais lá albergados para adoções responsáveis".

Sobre a estrutura 

A obra será erguida em uma área do município junto à natureza. "O projeto arquitetônico e civil procuraram criar e estabelecer um equilíbrio socioambiental entre a construção e o meio ambiente, com respeito à natureza e procurando minimizar o impacto ambiental no local ao máximo", explica a secretária Juliana. 

Conforme ela, o local contará com uma área aberta de 600 m² para recreação e interação entre os animais, bem como haverá materiais que venham a estimular o comportamento natural dos animais albergados. Além disso, haverá um conjunto de biodigestores para a destinação dos dejetos produzidos pelos animais e que produzirá biogás. O referido biogás produzido será utilizado em um “boiler” para aquecimento da água que chegará às torneiras e chuveiros.

Juliana explica que o tratamento de efluentes foi planejado para atender o grande volume de animais albergados e também para que eficientemente possa destinar os efluentes produzidos com um impacto mínimo ao meio ambiente. Um conjunto de calhas terá como objetivo realizar a coleta de água da chuva para que a mesma possa ser utilizada de forma consciente. Em momento oportuno, será feita a instalação de equipamento de energia solar para tornar o local autossuficiente em geração de parte da própria energia. "Uma linda área toda arborizada e com jardins irá compor o local e será perfeito para realização de Feiras de Adoção, bem como para a interação entre os cães e seus futuros tutores no momento da escolha do animal a ser adotado", complementa. 

O Centro de Bem Estar Animal apresentará quatro edificações principais:

  • Um Gatil com três boxes coletivos com área coberta e solário anexo, ambulatório, depósito de ração e material, local de internação de animais em observação ou quarentena;
  • Um Canil coletivo com 25 boxes coletivos com área coberta e solário anexo, com um depósito de material;
  • Dois Canis individuais com 7 boxes cada, com área coberta e solário anexo – um isolamento/quarentenário e uma maternidade/creche;
  • Setor Administrativo e de Atendimento Médico Veterinário, composto por:
  1. Sala de Reuniões
  2. Recepção/Atendimento
  3. Escritório (2)
  4. Arquivo
  5. Banheiros (4) – 1 com acessibilidade
  6. Copa/cozinha
  7. Sala de convivência
  8. Vestiário
  9. Garagem coberta
  10. Lavanderia
  11. Depósito de material
  12. Depósito de ração
  13. Ambulatório (2)
  14. Internação/Observação
  15. Maternidade
  16. Sala de banho
  17. Laboratório
  18. Depósito de medicamento/Farmácia veterinária
  19. Sala de esterilização