Semana reforça para alimentação saudável


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 17/10/2020 10:52
Atualizado 17/10/2020 10:52

Geral   DIA MUNDIAL

Hoje se comemora o Dia Mundial da Alimentação, instituído pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação. Em razão da pandemia, a tradicional semana está sendo celebrada de forma virtual. Algumas entidades da região têm apostado no ambiente online para divulgar conteúdos pertinentes à segurança alimentar e esclarecer informações sobre a importância em promover hábitos saudáveis mesmo em épocas de isolamento.

Aliás, é em virtude desse período que a edição está fundamentada. O tema “Segurança Alimentar e Nutricional: estratégias e ações integradas em tempos de pandemia” reflete sobre a necessidade de uma alimentação adequada.

Em Vera Cruz, a Emater RS/Ascar está realizando diversas ações voltadas às famílias acompanhadas pelos extensionistas rurais, visando o estímulo de hábitos saudáveis na alimentação. “Com o apoio de diversos setores da sociedade, essas práticas objetivam levar informação às famílias assistidas”, explica a extensionista rural social Paula Sabrina Mallmann.

Paula destaca que para não deixar a data passar em branco, produziu vídeos sobre diversos assuntos com o auxílio e a explanação de nutricionistas que abraçaram a proposta. As gravações estão sendo disponibilizadas desde terça-feira para diversos grupos de mulheres rurais, que somam mais de 230 participantes no município, para agroindústrias familiares e cooperativas através do aplicativo WhatsApp.

Os assuntos abordados são a Alimentação na terceira idade e os 10 passos para uma alimentação saudável de acordo com o Guia Alimentar do Ministério da Saúde; Alimentação na primeira infância; Benefícios do ora-pro-nóbis e sua utilização na culinária e; Receita de um bolo de milho com melado sem açúcar. “Os assuntos escolhidos fomentam o estímulo de hábitos saudáveis na alimentação e respeitam os interesses e a demanda do trabalho para as famílias assistidas”, ressalta Paula.

Para a presidente do grupo de mulheres rurais “Mãos que Trabalham”, de Vila Progresso, Claudete Sehnem, o ambiente virtual aos poucos tem se tornado um aliado. Isso porque atividades pela internet não são exploradas demasiadamente por elas. Um dos motivos é que algumas participantes não possuem acesso à internet. No entanto, essa realidade está se modificando. “Hoje, ficamos ansiosas em receber os conteúdos e a voltar a rotina de encontros e palestras, mesmo que pelo celular ou computador”, frisa.

EM SANTA CRUZ

O Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (Comsea) também está promovendo atividades virtuais. Até este sábado, lives e webinários estão sendo realizados e disponibilizados na internet para debaterem sobre os sistemas alimentares sustentáveis.


Foto Caroline Moreira/Jornal Arauto
Objetivo das palestras virtuais é disseminar hábitos alimentares saudáveis
Objetivo das palestras virtuais é disseminar hábitos alimentares saudáveis