Arauto Saúde: cuidados indispensáveis para a saúde dos pets


Por: Portal Arauto
Fonte: Grupo Arauto
Publicado 10/10/2020 08:00

Geral Arauto Saúde   ATENÇÃO TUTORES

Quem tem pets sabe como é bom ter ao lado diariamente esses companheiros de quatro patas. Eles adoram receber amor e carinho, mas também precisam de alguns cuidados que vão muito além da alimentação e da higiene, por exemplo. A convidada do Arauto Saúde desta semana, a médica veterinária Bruna Nedel Hermes, revela outros cuidados indispensáveis para manter os pets saudáveis. 

Conforme Bruna, a atenção aos pets inicia quando ainda são filhotes. Os cães e gatos, que estão entre os que mais convivem com os seres humanos diariamente, nessa faixa etária precisam fazer uma série de vacinas que os protegem de algumas doenças. Além disso, as vacinas devem ser repetidas ao longo da vida. 

Entre as doenças que podem acometer esses animais, a médica veterinária cita a cinomose, que ataca os tratos respiratório, digestivo e neurológico e que tem uma transmissão muito rápida. “Ela pode aparecer tanto em filhotes como em animais idosos e pode ser fatal”, salienta, Bruna. “Assim como a imunidade dos seres humanos vai ficando mais baixa conforme envelhecem, a imunidade dos animais também, por isso, é de extrema importância que as vacinas sejam feitas todos os anos”, aconselha ela, ao lembrar que isso vale, ainda, para os gatos, que também têm algumas vacinas disponíveis e que devem ser feitas ao longo da vida.

Além de vacinas como a da cinomose, a veterinária afirma que existem outras que protegem contra leptospirose, gripe canina e giardia, por exemplo. A giardia, esclarece ela, é uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida para os seres humanos. Mas quando devem ser feitas essas vacinas? Bruna explica que não existe uma receita para isso. “Ao visitar o veterinário, o profissional irá procurar saber mais sobre a rotina do animal, se vai toda a semana para o pet shop, por exemplo, podendo aconselhar quais vacinas são as mais indicadas”, revela. 

Bruna aconselha, ainda, que os tutores sempre lembrem de fornecer aos seus pets ração de qualidade, prestem atenção a qualquer alteração que eles possam apresentar e, se não estiverem bem, que os levem ao veterinário para que o profissional faça uma avaliação. Outro alerta diz respeito ao vermífugo, um cuidado rotineiro, que deve ser tomado a cada três ou quatro meses. “Toda essa série de acompanhamentos faz com que a gente fique mais atento aos nossos pets e auxilia para que no momento em que eles apresentem alguma alteração possamos resolver o problema com mais facilidade”, completa a médica veterinária. 


Foto: divulgação
Profissional orienta a procurar veterinário sempre que pet apresentar alterações
Profissional orienta a procurar veterinário sempre que pet apresentar alterações