Feed de Negócios

Sensação de dever cumprido e amizades eternas: o legado do Frozza da Souza Cruz


Por: Portal Arauto
Publicado 03/10/2020 19:00
Atualizado 03/10/2020 19:22

Feed de Negócios   FEED DE NEGÓCIOS

"O sentimento é de gratidão todos os dias. Sensação de dever cumprido. Fui presenteado com muito aprendizado e amizades eternas. Agora sigo com reservas de energia e inspiração para iniciar a terceira jornada". Dessa forma, Dimar Frozza resume sua aposentadoria - alcançada no ano passado - após quatro décadas de dedicação, trabalho e reconhecimento junto a uma das mais importantes indústrias de cigarros do Brasil - a Souza Cruz.

Dos 61 anos, 41 foram vividos em prol da fumageira. Tempo aproveitado com intensidade e que muito lhe orgulha. Ex-diretor de tabaco, o Frozza da Souza Cruz - como é conhecido - fez história não somente dentro da fumageira, atual BAT Brasil, como em todo o mercado fumageiro. Cadeia produtiva que é a base do Vale do Rio Pardo e que ele presenciou toda a evolução. No centenário sistema de produção integrada da empresa, por exemplo, Frozza teve forte participação e reconhece a importância do mesmo para o setor. "Atribuo o sucesso aos idealizadores, profissionais de muita visão, e ao suporte da Souza e da BAT para darmos continuidade e sempre melhorar a relação produtor/indústria", diz.

O ex-dirigente ainda destaca o investimento em pesquisa e desenvolvimento, o treinamento dos profissionais e o espírito inovador e balanceado da fumageira. "O objetivo sempre deve ser a sustentabilidade da atividade para todos os “players“ , principalmente no que se refere a qualidade de vida, a prosperidade, a sucessão para gerações futuras e a segurança de um bom negócio, tanto no aspecto econômico quanto social e ambiental", ressalta. 

Natural de Linha Várzea, interior de Erechim, a história de Frozza na Souza começou em Pinhalzinho, município de Santa Catarina. Ocupou diferentes funções, enquanto estudava e acumulava cursos em seu currículo. Trabalhou em muitos locais, devido à dispersão geográfica do grupo. "Vivências que contribuíram sobremaneira para o meu crescimento pessoal e profissional", fala. Para o futuro, espera da tecnologia o atendimento para uma nova demanda que passa a surgir. "Seja pelo modo tradicional ou com novos equipamentos e modelos, tabaco de qualidade e produzido de forma sustentável será o insumo principal para atender os consumidores", salienta. 

Globalização da marca

Sobre o recente anúncio da globalização da marca - BAT Brasil -, Dimar Frozza observa com aprovação o rumo que a maior companhia de tabaco do Brasil segue. "Este movimento já acontecia no período em que eu estava na ativa e também parece ser uma tendência da maioria das empresas globais. Os gestores, que sempre são muito bem preparados para assumir as funções nos diversos países, certamente farão com que essa estratégia seja ainda mais produtiva e vencedora, beneficiando o negócio de forma holística", analisa.  

Terceira jornada

Como classificou, a aposentadoria representa em sua vida uma terceira jornada. Novas experiências e aprendizados, mas sem nunca esquecer a trajetória que caminhou até chegar onde está. De volta a Santa Catarina, Frozza quer aproveitar mais ao lado da família e adquirir novas paixões. Os cavalos e a pescaria são alguns dele. "Atividades que passaram a ter espaço em minha vida. Quero também começar a fazer cruzeiros - assim que forem liberados -, além de reunir mais os amigos para um churrasco. Quero desfrutar os momentos com menos pressa e sem agenda", pontua o gremista, que aprecia futebol e uma boa música. 

Com as lembranças de tudo que aprendeu convivendo com lideranças e pessoas com hábitos e idiomas diferentes, Frozza quer seguir aproveitando a vida para depois compartilhar - através de iniciativas próprias ou com a sociedade - todo o conhecimento adquirido. Bagagem gigante que carrega e inspira, dia após dia, todos que começam na Souza Cruz, visando um futuro próspero e de reconhecimento. 


Foto: Arquivo Pessoal
Ex-diretor de tabaco relembra detalhes da trajetória de 40 anos encerrada no ano passado
Ex-diretor de tabaco relembra detalhes da trajetória de 40 anos encerrada no ano passado

Foto: Arquivo Pessoal
Frozza, entre colegas da Souza Cruz, empresa que trabalhou por 41 anos
Frozza, entre colegas da Souza Cruz, empresa que trabalhou por 41 anos

Foto: Arquivo Pessoal
Ex-diretor de tabaco da Souza Cruz com os amigos de pescaria
Ex-diretor de tabaco da Souza Cruz com os amigos de pescaria

Foto: Arquivo Pessoal
Frozza e uma de suas paixões: o Grêmio
Frozza e uma de suas paixões: o Grêmio

Foto: Arquivo Pessoal
Após a aposentadoria, Frozza passou a ter contato com cavalos e a natureza
Após a aposentadoria, Frozza passou a ter contato com cavalos e a natureza

Foto: Arquivo Pessoal
Planos para quando a pandemia passar envolvem um bom churrasco e a companhia de amigos
Planos para quando a pandemia passar envolvem um bom churrasco e a companhia de amigos