Conheça as declarações de bens dos candidatos à prefeitura de Vera Cruz


Por: Portal Arauto
Publicado 01/10/2020 09:00
Atualizado 01/10/2020 20:41

Política   POSSES

Entre os concorrentes à prefeitura de Vera Cruz, os que declararam os maiores patrimônios à Justiça Eleitoral foram os vices. Clauderio Ferreira (PDT), que concorre a vice na chapa de Gilson Becker (PSB), informou a Justiça bens avaliados em R$ 993,3 mil. O montante é inferior, em 12,57%, ao declarado na eleição de 2016, quando Ferreira informou bens na casa de R$ 1,19 milhões. Na época, ele foi candidato a prefeito.

Já Waldir Justmann, o Peda (MDB), candidato a vice de Rosane Petry (Progressistas), tem posses avaliadas em R$ 892,4 mil. Justmann havia informado à Justiça, no pleito de 2016, R$ 268 mil, o que representa um incremento de bens na casa dos 233% nos últimos quatro anos. Ele é atualmente vereador.

Loreno Renato Nyland (PTB), vice na chapa de Eduardo Viana (PTB), confirmou a Justiça que os bens são avaliados em R$ 140,3 mil. O petebista apresentou retração de 21,43% se comparado às eleições de 2012, quando declarou R$ 160,5 mil. Loreno, na oportunidade, concorria também a vice-prefeito.

Já Luciano Pagel (PL), vice na chapa de Jerônimo Caiaio (PL), não cadastrou nenhum bem no sistema da Justiça Eleitoral e também não há referências de outros pleitos por não ter concorrido.

Candidatos a Prefeito

Entre os candidatos a prefeito, Gilson Becker foi o que declarou o maior valor em bens: R$ 305,5 mil. Não há dados sobre a declaração anterior do candidato. Eduardo Viana (PTB) informou no pleito atual R$ 229,6 mil. Em 2016, havia confirmado a Justiça valores na casa de R$ 130,7 mil, o que representa um crescimento de 75,62%. Eduardo é atualmente vereador.

Rosane Petry (Progressistas) tem declarados R$ 195,4 mil. O valor é 879,18% superior aos R$ 19,9 mil declarados por ela nas eleições de 2012, quando foi eleita prefeita. Já Jerônimo Caiaio (PL) declarou um carro, hoje avaliado em R$ 20 mil, mesmo bem que havia declarado no pleito de 2014, quando concorreu a deputado. Na época, o automóvel era avaliado em R$ 25 mil.

A soma do montante declarado pelos candidatos a prefeito e vice em Vera Cruz no pleito de 2020 é de R$ 2,7 milhões.


Foto: Divulgação/Agência Brasil
Entre os concorrentes, os que declararam os maiores patrimônios à Justiça Eleitoral, foram os vices
Entre os concorrentes, os que declararam os maiores patrimônios à Justiça Eleitoral, foram os vices