Liberados R$ 14,8 milhões para compra de produtos da agricultura familiar e doação a famílias vulneráveis


Por: Portal Arauto
Fonte: Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Publicado 11/09/2020 13:37
Atualizado 11/09/2020 13:39

Geral   ECONOMIA

Assinado pelo governador Eduardo Leite e pelo ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, nesta sexta-feira (11), no Palácio Piratini, o termo de adesão do Rio Grande do Sul ao Programa de Aquisição de Alimentos (PPA) oficializou a liberação de mais R$ 14,8 milhões para compra de produtos da agricultura familiar, com dispensa de licitação, e doação a famílias gaúchas em situação de vulnerabilidade.

Com a parceria, 40 cooperativas gaúchas, 2,9 mil agricultores familiares e 105 municípios serão atendidos com a compra de quase 5 mil toneladas de alimentos adquiridos, que serão repassados para quase 300 mil pessoas. “É o legítimo programa do ganha-ganha, porque teremos a oportunidade de promover alimentação com alimentos de qualidade aos mais vulneráveis e, por outro lado, vamos incentivar e apoiar a nossa agricultura familiar, que também tem sentido o impacto na sua produção e que, com isso, terá garantia de compra. Assim, ganhamos todos nós, gaúchos, porque tudo isso faz girar a economia e reduz as desigualdades”, destacou o governador.

No Rio Grande do Sul, o Estado e os municípios executam a modalidade de compra com doação simultânea, em que compram de agricultores individuais sem licitação, e também por meio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que contrata os projetos de cooperativas, associações ou organizações produtivas.

Segundo o ministro, houve aumento no repasse ao PPA pelo governo federal por conta da pandemia, de forma a contribuir para o enfrentamento dos impactos econômicos e sociais sofridos pela população. “Este é um momento muito importante que estamos vivendo, porque aumentamos o valor e este dinheiro já foi liberado. Tenho certeza que vai ajudar muito os nossos produtores familiares ao longo deste segundo semestre, para que deem continuidade às suas atividades mesmo nesses tempos difíceis”, afirmou o ministro Onyx Lorenzoni.

Para o secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, trata-se de um propulsor de toda a economia gaúcha, já que o agronegócio é o principal responsável pelo PIB do Estado. “Que bom contar com essa parceria e podermos ajudar o pequeno produtor”, afirmou Covatti.

Participaram da assinatura do termo de adesão, também, os secretários de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rodrigo Lorenzoni, e da Casa Civil, Otomar Vivian, além de representantes de cooperativas, entidades e prefeituras de todo o Rio Grande do Sul.


Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, acompanha assinatura do governador Leite no termo de adesão ao programa
Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, acompanha assinatura do governador Leite no termo de adesão ao programa