Estado aceita recurso e Vale do Rio Pardo volta à bandeira laranja


Por: Portal Arauto
Publicado 07/09/2020 16:31
Atualizado 07/09/2020 21:10

COVID 19   DISTANCIAMENTO CONTROLADO

O Vale do Rio Pardo retornou nesta segunda-feira (7) à bandeira laranja no modelo de Distanciamento Controlado do Governo do Estado. O mapa definitivo foi divulgado às 16h30min, um pouco mais cedo do que o comum, e vale até as 23h59min da próxima segunda-feira (14). Depois da análise dos sete recursos enviados, o mapa da 18ª semana ficou consolidado com oito regiões em bandeira vermelha. As outras 13 estão classificadas como de risco epidemiológico médio, em bandeira laranja.

Em função da aceitação do recurso, os municípios que fazem parte da Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp) poderão deliberar sobre a retomada ou não das atividades nas escolas de educação infantil, em um primeiro momento, e, conforme o calendário publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) no último sábado (5), nos demais níveis de educação.

As regiões de Palmeira das Missões e Erechim tiveram seus pedidos de reconsideração indeferidos pelo Gabinete de Crise e permanecem na bandeira vermelha. Somam-se às regiões Covid de Capão da Canoa, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Santo Ângelo e Cruz Alta, que não enviaram recurso. Todas as oito regiões em vermelho já aderiram ao sistema de cogestão e adotam protocolos próprios.

Por outro lado, o Gabinete de Crise acatou os pedidos de Taquara, Guaíba, Santa Cruz do Sul e Lajeado, que haviam sido classificadas preliminarmente como bandeira vermelha, mas conseguiram se manter em bandeira laranja nesta rodada.

No total, são 17 regiões que integram a cogestão: Capão da Canoa, Taquara, Novo Hamburgo, Canoas, Porto Alegre, Santo Ângelo, Cruz Alta, Ijuí, Santa Rosa, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Caxias do Sul, Cachoeira do Sul, Santa Cruz do Sul, Lajeado e Erechim. As que estão classificadas em laranja podem adotar protocolos flexíveis, desde que não menos restritivos do que os de bandeira amarela.


Foto: Divulgação/Governo do Estado RS
Estado aceita recurso e Vale do Rio Pardo volta à bandeira laranja