Delegada Luana Tamiozzo Medeiros assume DP de Encruzilhada do Sul


Por: Portal Arauto
Publicado 07/09/2020 15:00

Polícia   REFORÇO NA SEGURANÇA

A Delegacia de Polícia Civil de Encruzilhada do Sul terá uma delegada titular a partir desta semana. A porto-alegrense Luana Tamiozzo Medeiros, de 30 anos, assume a DP que teve nos últimos anos Raquel Schneider como delegada substituta. Raquel agora concentrará o trabalho na Delegacia de Polícia Pronto Atendimento (DPPA) de Santa Cruz.

Apesar de jovem, Luana já tem seis anos de experiência na Polícia Civil. Recém formada como delegada, atuava como Escrivã de Polícia na 2ª Delegacia de Pronto Atendimento de Porto Alegre, situada no Palácio da Polícia. "Em meus quase 6 anos como policial trabalhei sempre nos plantões policiais. Desses 6 anos, 5 foram na função de Chefe de Equipe, gerenciando os agentes e o plantão em si, registrando ocorrências policiais, atendendo ao público e realizando o registro das prisões em flagrante", contou em entrevista ao Portal Arauto.

"Venho para somar, para me empenhar ao máximo por essa comunidade"

A chegada a Encruzilhada do Sul também representa um sonho realizado. "Os anos como escrivã de polícia só me fizeram ter mais certeza ainda de que eu gostaria de ser Delegada de Polícia, e, o que era um sonho, hoje, tornou-se realidade. No dia em que fui empossada, escolhi a cidade de Encruzilhada do Sul com o maior carinho. Tenho alguns amigos em Porto Alegre que são daqui e sempre me falaram muito bem da região. Já fui recebida por diversos colegas, Delegados e agentes. Alguns, amigos de longa data, outros, com quem ainda terei o prazer de conviver e trabalhar", comenta.

A nova delegada destaca que irá se empenhar ao máximo na resolução de casos. "Venho para somar, para me empenhar ao máximo por essa comunidade. Para atender a população com o respeito que merece e dedicar meus esforços contra a criminalidade", destaca.

A experiência em Porto Alegre

Com indicadores de criminalidade elevados, Porto Alegre ainda enfrenta problemas como a superlotação dos presídios e com isso presos acabam sendo custodiados por policiais nas delegacias e até mesmo em viaturas. "Torna o trabalho ainda mais complexo e desafiador. Durante os plantões, deparava-me com diversas situações, passando desde contravenções penais mais leves a casos gravíssimos, de violência e agressão à vida ou à dignidade sexual", relembra. 


Foto: Arquivo Pessoal
Delegada Luana Tamiozzo Medeiros assume nesta semana
Delegada Luana Tamiozzo Medeiros assume nesta semana