Pacientes de outras regiões serão computados no cálculo para definição de bandeira


Por: Portal Arauto
Publicado 31/07/2020 07:00
Atualizado 31/07/2020 07:27

Geral   MUDANÇAS

Um pedido feito por prefeitos de várias regiões do Estado vai finalmente ser atendido pelo governador Eduardo Leite. A partir desta sexta-feira (31), pacientes com coronavírus internados em uma região do Estado, mas que residem em outra, serão considerados pelo governo no cálculo das bandeiras do distanciamento controlado. A informação foi confirmada durante transmissão ao vivo nesta quinta-feira (30).

Assim, pacientes que são de Porto Alegre, mas que estão internados em Santa Cruz, por exemplo, deixarão de influenciar para o Vale do Rio Pardo na hora da definir as bandeiras. A mudança vai possibilitar ao governo a contabilização de quantos pacientes cada região recebe e quantos manda para hospitais de outros pontos do Rio Grande do Sul. "Ou seja, se uma região iria para bandeira vermelha por ter recebido mais pacientes de fora do que mandou, ela vai car na laranja. A intenção do distanciamento não é punir regiões. Se uma bandeira foi agravada porque está recebendo pacientes de fora, não é por conta da circulação do vírus naquela região, ou seja, não teria porque aumentar o risco e as restrições", disse o governador durante a transmissão.

O mapa provisório do distanciamento controlado para a 13ª semana será divulgado na tarde desta sexta (31). Atualmente, a região de Santa Cruz está na bandeira laranja.


Foto: Divulgação/Agência Brasil