Feed de Negócios

FOTOS: primeiro crematório da região dos Vales deve operar a partir de setembro em Santa Cruz


Por: Portal Arauto
Publicado 29/07/2020 19:00
Atualizado 30/07/2020 10:22

Feed de Negócios   FEED DE NEGÓCIOS

Uma imponente estrutura em uma das avenidas mais movimentadas de Santa Cruz tem despertado cada vez mais a atenção e a curiosidade da comunidade local. Com mais de seis mil metros quadrados, o futuro Memorial Crematório Ecumênico Jardim Montanha dos Vales, erguido na Avenida Euclydes Kliemann, no Bairro Santo Antônio, está cada vez mais próximo de ser concluído.

Em conversa com a coluna Feed de Negócios nesta quarta-feira (29), o diretor da Diersmann Assistência Familiar, Régis Diersmann, contou que a expectativa é de que as obras sejam concluídas até o fim de agosto. Restando apenas uma última liberação da Fepam, o primeiro crematório da região dos Vales deve ser liberado até o fim de setembro. "A expectativa é muito boa, visto que a obra está em fase final e a licença da Fepam, que necessita de um teste ainda, que deve sair até setembro", conta o empresário.

Com uma arquitetura moderna, o espaço contará com sete salas de velório/cerimonial especialmente desenvolvidas para cerimônias de despedida, ambiente climatizado, som ambiental, crematório, columbário, cafeteria, enfermaria, espaço kids, salas de memórias para cinzas, prédio administrativo, auditório, além de estacionamento coberto e belíssimos jardins com fontes de água natural. "A nossa aposta é em dar conforto para as pessoas em um momento que é muito delicado. Uma tentativa de amenizar a dor com um serviço de qualidade, nem por isso pagando mais já que homenagear quem nos fez tão bem é uma bela forma de respeito e carinho. Tudo está sendo desenvolvido dentro do mais alto padrão de qualidade em Crematórios no país", pontua.

50 anos como referência

O desejo em crescer e bem atender as pessoas está no DNA da família Diersmann. Tudo começou com uma funerária no município de Estrela e foi crescendo até ganhar os Vales do Taquari e Rio Pardo. São cerca de 75 municípios atendidos pelo plano de Assistência Familiar. "Meu pai foi quem começou tudo e até hoje levo ele muito comigo em tudo que eu faço. Quando ele faleceu assumi a empresa e comecei a impulsionar para não ser não somente uma funerária. De lá pra cá veio a ideia de oferecer uma assistência maior as famílias, com consultas médicas, ondontológicas. Crescemos, fomos para Lajeado, Teutônia, Arroio do Meio e em 2017 nos instalamos em Santa Cruz. Tínhamos uma ideia de expansão, mesmo com uma situação confortável no Vale do Taquari. Porém, a zona de conforto não te dá nenhuma garantia, pois no momento em que a gente está muito tranquilo a gente acaba retroscedendo. Sempre temos que estar nos desafiando", destaca.


Foto: Divulgação