Prefeito de Vale do Sol diz que “caiu a ficha” após primeiros casos de Covid-19


Por: Portal Arauto
Fonte: Jornal Arauto
Publicado 25/07/2020 08:01
Atualizado 25/07/2020 08:02

Geral   MUDANÇA DE COMPORTAMENTO

Foi no fim da tarde desta segunda-feira, dia 20 de julho, que a Prefeitura de Vale do Sol confirmou os dois primeiros casos de coronavírus no Município. Um casal, ele com 29 anos e ela com 21 anos, que está em isolamento domiciliar. Não estão no famoso enquadramento de grupo de risco mas, mesmo assim, contraíram a doença. Pouco depois do meio-dia desta quarta-feira, 22, novo boletim: agora são cinco casos positivados em teste rápido, uma mulher de 38 anos e dois homens, um de 32 (cujo exame laboratorial apontou que já está recuperado da doença) e outro de 49 anos, todos em isolamento domiciliar, em quadro estável. Segundo a secretária da Saúde, Daiane Krainovic, a notícia gerou bastante repercussão junto à comunidade, “pois a população estava acomodada devido a não termos nenhum caso no município”. Pelas ruas, o que se via normalmente era um clima de normalidade, com muitas pessoas transitando, nem sempre com as devidas precauções. Os pedidos de “fique em casa, evite aglomeração, use máscara, lave as mãos e álcool gel” ganham reforço dos gestores para evitar a multiplicação dos casos positivados em Vale do Sol.

Para o prefeito, Maiquel Silva, aumentou a preocupação no município e “caiu a ficha” em muitos moradores que não mantinham rotina de cuidados, o que deve motivar, torce ele, a mudança de comportamento. “Tem que esperar acontecer (um caso confirmado) para as pessoas reconhecerem a gravidade da doença”, atesta o gestor, dizendo que apesar das restrições e orientações previstas em decreto, a circulação na cidade era quase normal, com muita movimentação, “como se nada estivesse acontecendo”.

DENÚNCIAS
Maiquel aponta que a Prefeitura, com seus fiscais e comitê gestor criado em decorrência da pandemia, costuma receber denúncias, e ainda que não tenha havido multas, notificações são mais comuns, especialmente em bares e canchas de bocha. A titular da Secretaria da Saúde calcula que foram mais de 50 visitas até agora, a vários tipos de estabelecimentos, como mercados e restaurantes, além de bares e canchas de bocha. 

COOPERAÇÃO
Enquanto Administração Municipal, frisa o Prefeito, as condutas não mudam, apenas acende o sinal de alerta para que todos se comprometam mais pelo coletivo. “A causa não é só do Poder Público, as pessoas precisam cooperar”, relata Maiquel Silva, pedindo a responsabilidade conjunta para frear a doença.

Movimento pelo centro já foi menor nesta semana
Movimento pelo centro já foi menor nesta semana (Foto: divulgação)