PF já recebeu mais de 100 denúncias de irregularidades no auxílio emergencial em Rio Pardo


Por: Portal Arauto
Publicado 18/07/2020 20:00
Atualizado 18/07/2020 20:01

Polícia   MAIS CASOS

Chega a quase 120 o número de denúncias sobre supostas irregularidades no pagamento do Auxílio Emergencial, em Rio Pardo. O número corresponde somente as denúncias que chegaram ao conhecimento da delegacia da Polícia Federal, com sede em Santa Cruz. Criado para ajudar quem tem sofrido com prejuízos na pandemia, o programa do Governo tem registrado inúmeros problemas de em função do uso indevido.

Conforme o delegado da Polícia Federal, Kleber Bicas Guedes, que recebeu e analisa as denúncias, a maior parte das irregularidades em Rio Pardo correspondem há casos onde beneficiários que foram efetuar o saque na Caixa Econômica Federal e descobriram que outras pessoas já haviam retirado o benefício. "90% do material que recebemos se enquadram assim. Pessoas que tinham direito ao benefício e alguém fez o saque antes usando o nome da vítima", comenta.

De acordo com o delegado, o trabalho da Polícia Federal nesses casos é encaminhar a situação para a Caixa que posteriormente interrompe o pagamento. "Ainda não sabemos se essa irregularidade se dá por meio virtual ou se essas pessoas estão indo na agência e sacando no local o valor em nome dos verdadeiros beneficiários. Encaminhamos para a Caixa que pode nos retornar para possivelmente abrirmos inquérito para apurar estelionato", explica.

Para facilitar e agilizar o processo, o delegado explica que o melhor a ser feito é procurar diretamente o banco que irá cancelar o pagamento. Além dessa irregularidade, a Polícia Federal já recebeu de Rio Pardo e outros municípios da região denúncias sobre beneficiários que não tinham direito e acabaram pedindo e recebendo o pagamento do auxílio.

 


Foto: Agência Brasil/Divulgação